Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Galvão Bueno revela rixa com ‘parças’ de Neymar: ‘Estou pouco me lixando’

Desentendimentos aconteceram na Copa do Mundo da Rússia, depois que o narrador criticou "atuação artística" de Neymar ao simular faltas

Por Da redação 18 set 2018, 15h33

Galvão Bueno recebeu o coordenador de seleções da CBF, Edu Gaspar, em seu programa no SporTV, Bem, Amigos! na noite desta segunda-feira, e não poupou críticas a Neymar e à forma como a entidade vem tratando o capitão da seleção brasileira. Ao falar sobre as simulações praticadas pelo atacante na Copa do Mundo, em especial no segundo jogo, o principal narrador do país revelou uma rixa com os “parças”, como são conhecidos os inseparáveis amigos do camisa 10.

“No jogo contra a Costa Rica eu disse que ele (Neymar) teve uma atuação artística, digna de um Oscar. Os parceiros dele começaram a me xingar, me ofender, usar todos os tipos de nomes na Internet. Mas eu estou pouco me lixando para eles”, desabafou Galvão.

Na ocasião, os amigos de Neymar usaram as redes sociais para atacar os críticos do jogador, dentre os quais estava Galvão Bueno e o comentarista Walter Casagrande. O pai de Neymar foi quem colocou panos quentes na briga, pedindo para que os amigos do filho amenizassem o tom das críticas, para que o jogador pudesse se focar no Mundial.

  • Nesta segunda, Galvão foi novamente duro com o camisa 10 da seleção brasileira. “Neymar não é um menino, está com 26 anos. Com essa idade, eu já tinha dois filhos e trabalhava desde os 16. Ele tem o direito de pedir para jogar a camisa 10, mas a partir desse momento, vem uma liturgia gigantesca. A camisa 10 tem uma mística, desde Pelé”, afirmou Galvão Bueno no programa.

    Continua após a publicidade
    Publicidade