Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Gaciba divulga imagem do VAR e diz que gol do Inter foi legal

Chefe de arbitragem da CBF disse que tecnologia usada pela arbitragem é diferente da mostrada pela TV e vê acerto em gol de Rodrigo Lindoso

Um lance bastante controverso marcou a vitória do Inter por 3 a 1 sobre o Bahia, em Porto Alegre, na noite desta quarta-feira 12, pelo Brasileirão: Rodrigo Lindoso recebeu em posição duvidosa e marcou para o clube gaúcho. O árbitro Paulo Roberto Alves Junior assinalou impedimento mas, depois de consultar o árbitro assistente de vídeo (VAR, na sigla em inglês), validou o gol. Nesta quinta-feira, 13, o ex-árbitro Leonardo Gaciba, chefe de arbitragem da CBF, garantiu que o juiz acertou e divulgou uma imagem diferente daquela usada pela transmissão de TV.

Segundo Gaciba, a imagem mostrada na TV estava muito na diagonal e, por isso, dava a impressão de impedimento. “Quando olhamos na diagonal há uma distorção, e realmente naquele ângulo parece que o jogador do Internacional está à frente. Dentro da cabine do VAR é feita uma calibragem de todas as câmeras. Ou seja, todas elas são sincronizadas para que fiquem no mesmo tempo”, explicou, em entrevista ao SporTV.

Tabela e classificação do Brasileirão 2019

Ele divulgou a mesma imagem usada na transmissão, mas com o recurso de uma tecnologia que traça as linhas paralelas do campo, e mostra Lindoso em posição legal.  “Essa é uma tecnologia que não existe na televisão brasileira, é uma tecnologia que foi utilizada na Copa do Mundo, é mais precisa”, afirmou, antes de cravar que a decisão foi correta.

“Com a imagem no pé desse jogador e a imagem no ombro do jogador do Internacional projetada ao solo, observamos, pelas linhas no chão, que o jogador do Internacional não está mais próximo da linha de fundo do que o penúltimo defensor. Consequentemente, gol legal. Um excelente trabalho feito dentro da cabine do árbitro de vídeo.”