Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Flamengo busca empate heroico contra Fluminense e chega à semi

Equipe tricolor termina o ano sem conseguir vencer o maior rival, e eliminado na Copa Sul-Americana

Por Da redação - Atualizado em 2 nov 2017, 00h04 - Publicado em 1 nov 2017, 23h53

No oitavo e último Fla-Flu do ano, o Flamengo garantiu vaga nas semifinais da Copa Sul-americana ao arrancar empate heroico de 3 a 3 contra o Fluminense, que vencia por 3 a 1 até metade do segundo tempo. No Maracanãcomo mandante, o rubro-negro avançou após ter vencido o jogo de ida por 1 a 0. Nos oito clássicos do ano entre as equipes, foram três vitórias flamenguistas e cinco empates.

Precisando do resultado e acabar com o tabu de não ter vencido o rival no ano, o Fluminense foi para cima e chegou aos gol logo com três minutos de jogo. Marcos Junior tocou para o lateral Lucas, que livre de marcação, invadiu a área e chutou forte, sem chances para Diego Alves. Ao nove minutos, o Flamengo empatou o jogo em cobrança perfeita de fata de Diego, que colocou a bola na ângulo de Diego Cavalieri, que nada pode fazer.

O jogo era equilibrado, mas aos 41 o Fluminense abriu vantagem. Após escanteio cobrado da esquerda, o zagueiro Renato Chaves subiu mais que todo mundo e marcou de cabeça. Com nove minutos do segundo tempo, uma falta foi cobrada para a área do Flamengo e novamente Renato Chaves, de cabeça, marcou o terceiro para o Flu.

O Flamengo não desistiu e descontou aos 22. Éverton Ribeiro recebe de costas para a área e, de calcanhar, deixou Felipe Vizeu na cara do gol. O atacante tocou no canto, vencendo Cavalieri. A partir daí, os flamenguistas pressionavam enquanto o time do Fluminense apostava em contra-ataques muito perigosos. Aos 38, uma falta foi cobrada na área do Flu e Willian Arão, de cabeça, subiu sozinho e marcou o gol que deu a vaga ao rubro-negro.

Publicidade

Na semifinal, o Flamengo enfrentará o vencedor de Junior Barranquilla e Sport, que se enfrentam nesta quinta, na Colômbia. Na partida de ida, no Recife, vitória dos colombianos por 2 a 0.

 

Publicidade