Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
CLIQUE E RECEBA A REVISTA EM CASA A PARTIR DE R$14,90/MÊS Clique e receba em casa a partir de R$ 14,90

Final da Copinha será uma reedição da decisão de 20 anos atrás

Em 1997, Lousano Paulista conquistou a Copinha com vitória nos pênaltis

Por Redação PLACAR Atualizado em 20 fev 2017, 11h05 - Publicado em 23 jan 2017, 09h20

20 anos depois, Paulista e Corinthians decidirão a final da Copa São Paulo de Juniores novamente. Em 1997, jogando como Lousano Paulista, por conta do patrocinador, o time de Jundiaí conquistou o título.

Com sede em casa, em Jundiaí, o Paulista começou mal, perdendo para o Atlético-PR por 0 x 3. Contudo, com vitórias sobre Juventus-SP (2 x 1) e Criciúma (4 x 1), acabou se classificando como um dos melhores segundos colocados.

Por curiosidade do cruzamento, o rival das oitavas foi de novo o Atlético-PR, mas dessa vez o Paulista venceu: 3 x 2. Nas quartas e na semi, passou por dois gigantes da capital, São Paulo e Santos, por 3 x 2 e 2 x 1, chegando na final.

Já o Corinthians caiu no grupo de São Paulo e venceu América-MG (4 x 2) e Botafogo-PB (6 x 0), além de empatar sem gols com o Cerro Porteño-PAR. Com isso, o Timão passou em primeiro na chave.

Nas oitavas, enfrentou o Vitória e venceu por 1 x 0. Nas quartas, teve o jogo mais fácil na prática, vencendo o Santo André por 5 x 0. Já na semifinal, venceu o Guarani por 2 x 1.

Continua após a publicidade

Na decisão, o jogo ficou empatado nos 90 minutos e foi para a prorrogação. Com um minuto, Washington fez 1 x 0 para o Timão. Nove minutos depois, antes do intervalo, Neno empatou para o Paulista, que venceu nos pênaltis por 4 x 3.

Na história da Copinha, os clubes se enfrentaram na primeira fase de 1984, com vitória do Corinthians por 2 x 1; na primeira fase de 1986, com vitória do Corinthians por 1 x 0; e na primeira fase de 2004, com vitória do Corinthians por 2 x 1.

Na edição de 2017, ambos vêm com campanha impecável, com vitórias em todos os jogos. O Paulista é “o rei dos 1 x 0”, mas passou pela semifinal com goleada. Na primeira fase, contra Red Bull Brasil-SP, Joinville-SC e Vitória da Conquista-BA, o Paulista venceu por 1 x 0. Na segunda fase fez 1 x 0 no Atlético-GO e voltou a vencer o Red Bull Brasil-SP na fase seguinte, novamente por 1 x 0. Nas oitavas, a primeira vitória com placar diferente: 2 x 1 no São Carlos-SP. Nas quartas, fez 1 x 0 na Chapecoense. Já na semifinal fez 5 x 1 no Batatais.

Já o Corinthians também veio com 100% de vitórias, mas contra rivais mais complexos, e sem vencer só por 1 x 0. Na primeira fase, fez 6 x 0 no Pinheiro-MA, 4 x 0 no Operário-MS e 3 x 2 no Taubaté. Na segunda fase fez 5 x 1 no Manthiqueira-SP e na terceira fase fez 2 x 1 no Coritiba. Em seguida, nas oitavas, o Timãozinho fez 3 x 1 no Internacional e, nas quartas de final, fez 2 x 1 no Flamengo. Por fim, na semifinal, passou pelo Juventus-SP por 3 x 0.

A final será uma decisão entre o melhor ataque (28 gols pró), o Corinthians, contra a melhor defesa (só dois gols sofridos), o Paulista. Carlinhos, do Corinthians, é e será o artilheiro do torneio, com dez gols. 

Continua após a publicidade
Publicidade