Clique e assine a partir de 9,90/mês

Fifa propõe 5 substituições por jogo no reinício do futebol pós-pandemia

A medida visa poupar jogadores, que terão menos tempo de descanso entre um compromisso e outro, de modo a ter tempo hábil para concluir a atual temporada

Por Danilo Monteiro - Atualizado em 27 abr 2020, 14h06 - Publicado em 27 abr 2020, 13h43

A Fifa lançou uma proposta nesta segunda-feira, 27, que prevê o aumento de três para cinco o número de substituições por partida, pelo menos no período de retomada do futebol após a pandemia de coronavírus. A entidade tenta amenizar as consequências do desgaste físico que o calendário apertado causará nos jogadores.

ASSINE VEJA

Coronavírus: uma nova esperança A aposta no antiviral que já traz ótimos resultados contra a Covid-19, a pandemia eleitoral em Brasília e os fiéis de Bolsonaro. Leia nesta edição.
Clique e Assine

A nova medida foi enviada para aprovação da International Football Association Board (Ifab), órgão que regulamenta as regras do futebol. Segundo a emissora britânica BBC, a proposta deve ser ratificada e faz parte de uma série de ideias da Fifa para prezar pelo bem-estar dos jogadores.

As principais ligas de futebol, paralisadas pela pandemia de coronavírus, ainda não têm previsão de retorno, mas as equipes estão lentamente retornando aos treinos, respeitando os protocolos próprios de segurança e saúde, confeccionados por médicos dos clubes e infectologistas. Na Alemanha, os times já voltaram a treinar e esperam a liberação do governo para retomar o campeonato nacional de portões fechados.

Publicidade