Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Felipão recusou seleção paraguaia para comandar o Palmeiras

Treinador negociou por quase um mês com o presidente da Federação Paraguaia de Futebol

Na noite de quinta-feira, Luiz Felipe Scolari conquistou sua primeira vitória pelo Palmeiras nesta temporada ao vencer o Cerro Porteño, no Paraguai, por 2 a 0. Após o o jogo, o treinador afirmou que só não assumiu a seleção local por causa da proposta do clube. “Tive em contato por praticamente 20 dias com o presidente (Robert Harrison, da Federação Paraguaia). Ouvi, estava dialogando quando viria, com quem viria, de que forma eu faria o trabalho aqui, mas eu estava em Lisboa e tive a proposta do Palmeiras.”

“Provavelmente iria assumir a seleção. Dois dias depois teríamos uma conversa definitiva. Ou iria a São Paulo ou o Robert iria a  Lisboa para ser definitivo. Mas apareceu o Palmeiras. Ficou para uma próxima oportunidade. Tenho o maior carinho pelo presidente da Federação Paraguaia e agradeço, desejo toda sorte.”

Felipão estava sem clube desde o final de 2017, quando deixou o Guangzhou Evergrande, da China. No período, ele recusou ofertas das seleções do Egito e Coréia do Sul. Em sua entrevista de apresentação, revelou que o primeiro contato de Alexandre Mattos, diretor de futebol palmeirense, aconteceu durante a madrugada, quando já dormia em Portugal.