Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Faxina no PSG

Dono do time quer acabar com mordomias

Os ventos são de mudanças no Paris Saint-Germain. Há onze dias, foi anunciado que o brasileiro Leonardo volta ao clube, como diretor técnico, para dar novos rumos no time. Uns dias depois, o dono do PSG, Nasser Al-Khelaifi, descontente com os resultados da equipe, disse que não aceitaria mais comportamento de pospstar de seus jogadores e cobraria comprometimento dentro e fora de campo.

No último domingo, Daniel Alves postou nas redes sociais que não renovaria contrato. Neymar segue machucado e tudo indica uma volta ao Barcelona – não pegou bem o imbroglio com Najila Trindade e a revelação de que além de encomendar namorada do outro lado do Atlântico ainda a encontrou depois de baladas no meio da semana, dizendo estar “bêbado” e “muito louco”, segundo ele mesmo mostrou em trocas de mensagens.

Tudo sobre o caso Neymar: sexo, mensagens e acusações 

Kylian Mbappé até ordem em contrário parece inegociável, sinal de que os jovens, de quem Neymar reclamou que precisavam falar menos e ouvir mais, devem ganhar mais espaço na equipe. Estão na mira do novo tempo no clube também privilégios que as estrelas do time tinham, como usar as dependências do Parque dos Príncipes até para eventos familiares.

O sumiço de Neymar pai

O clube ainda briga com outros gigantes da Europa pelo zagueiro holandês Matthijs De Ligt, do Ajax, um sinal de que os brasileiros Thiago Silva e Marquinhos já são não são mais intocáveis.