Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Fábio Júnior, referência no Mineiro Villa Nova de Nova Lima

Atacante disputou o Mineiro deste ano e marcou quatro gols

Interminável, aos 38 anos, o atacante Fábio Júnior segue escrevendo novas páginas de destaque no futebol mineiro. Daquele atacante que encantou no Cruzeiro em fins dos anos 1990 e rodou o mundo, passando por Itália, Portugal, Alemanha, Japão, Israel e Emirados Árabes, sobressai o faro de gol e muita disposição.

Hoje, o jogador que chegou a vestir a camisa canarinho milita no Villa Nova, de Nova Lima, cidade vizinha à capital mineira, Belo Horizonte. Até aí, o roteiro de sua trajetória é quase um modelo para muitas carreiras que viveram grandes momentos e vão se prolongando. O que foge ao script é a atuação do goleador fora da cancha: além do ofício de matador, que segue sendo bem feito – o artilheiro marcou quatro gols no Campeonato Mineiro –, Fábio Júnior recebeu função importante na administração do Leão do Bonfim.

O jogador vem tendo a oportunidade de usar sua vivência como atleta de forma diferente, exercendo a função de gerente administrativo do clube, cargo que descreveu à reportagem: “Procurei não fugir muito daquilo que sempre fiz, fiquei inicialmente envolvido com tudo em relação ao futebol, e isso envolve a montagem do elenco, escolha dos atletas, também a negociação de valores de contrato dentro da realidade do clube e até mesmo ajudando na captação de recursos para que todos os compromissos assumidos sejam cumpridos, já que todos os atletas estão aqui porque confiaram no projeto e também em mim”.

Assim, o gerente-jogador foi o responsável pela montagem do elenco do clube novalimense, trazendo velhos conhecidos do futebol mineiro e nacional. Figuras como Mancini, Kerlon e Soares, ex-Figueirense, Fluminense, Grêmio e Cruzeiro, dentre outros, chegaram ao Alçapão do Bonfim para a disputa do Campeonato Mineiro. Além deles, desembarcou também o treinador Wilson Gottardo, ex-zagueirocom passagem por grandes clubes e, inclusive, a Seleção Brasileira.

Nesta nova fase, ele também trabalha com um projeto social que visa melhorar as condições de vida de milhares de crianças de Nova Lima, de 6 a 17 anos. O projeto ‘Resgatando Vidas’ tem como um de seus objetivos a formação profissional dos jovens beneficiados e também oferecer oportunidades no futebol.“Minha meta é ajudar o Villa Nova”, diz.

Fábio Júnior está no Villa – Divulgação/Vila Nova