Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Expulso, Emerson Sheik assume erro; Carille vai analisar lance

Atacante de 39 anos deu uma rasteira no adversário e levou cartão vermelho antes mesmo de tocar na bola na derrota em casa para o Independiente

Emerson Sheik ficou menos de dois minutos em campo na derrota do Corinthians por 2 a 1 para o Independiente, nesta quarta-feira, em Itaquera, pela Copa Libertadores. O veterano atacante entrou no segundo tempo no lugar de Jadson e foi expulso antes mesmo de tocar na bola, ao dar uma rasteira em Sanchez Miño quando o jogo estava parado. O técnico Fábio Carille evitou criticá-lo e disse que analisará o lance com cuidado antes de definir se haverá uma punição. Já Sheik pediu desculpas e fez juras de amor ao clube.

“O que tem de ser feito passa por mim, não pela diretoria ou ninguém. Quero ver tudo, se ele foi provocado, não sei. Quando a gente viu, já estava tendo a confusão lá. De toda forma, creio que ele deva ter errado, mas vou ver o lance para depois tomar a decisão”, afirmou Carille.

O jogador de 39 anos, que já havia sido expulso contra o Santos, na Libertadores de 2012, e contra o São Paulo, na de 2015, admitiu que errou, pouco depois da partida. “Cometi um erro e certamente posso errar novamente, já acertei muito e vou continuar fazendo as coisas para que a margem de erros seja bem menor que os acertos. Vou continuar com o foco em levantar mais títulos pelo clube que escolhi amar verdadeiramente”, escreveu, no Instagram.

Com a expulsão, Emerson não poderá atuar diante do Deportivo Lara, no próximo compromisso do Corinthians na Libertadores. Além dele, desfalques certos para o jogo contra o Deportivo Lara são Clayson, Ralf e Renê Júnior, todos machucados. Fagner está sendo analisado dia a dia e também não tem o retorno assegurado.