Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Expulsão de Kaká foi uma das maiores bizarrices do fim de semana

Meia brasileiro do Orlando City recebeu cartão vermelho por brincadeira com ex-companheiro – e graças ao "auxílio" do árbitro de vídeo

A estreia de Neymar no PSG, a rodada quente do Campeonato Brasileiro, e o controverso clássico entre Barcelona e Real Madrid ganharam as principais manchetes esportivas no último fim de semana. No entanto, veio dos Estados Unidos, e com um astro brasileiro envolvido, uma das imagens mais impressionantes (e bizarras) dos últimos dias. Na noite de sábado, o Orlando City foi derrotado pelo New York Red Bulls, pela Major League Soccer (MLS). Nos minutos finais, Kaká foi expulso por ter feito uma mera brincadeira com um ex-companheiro. Pior: graças à decisão do árbitro de vídeo.

Já nos acréscimos, houve uma rápida confusão entre jogadores das duas equipes. Kaká apareceu no bolo para separar e brincou com seu ex-companheiro de Orlando, Aurélien Collin, colocando a mão em sua boca. Ambos riram juntos da brincadeira. Para entender tudo que acontecia, o árbitro pediu ajuda do árbitro assistente de vídeo. Após aplicar cartões amarelos aos dois jogadores que iniciaram o tumulto, Jorge Gonzalez deu cartão vermelho para Kaká, que não entendeu nada e deixou o campo rindo. 

No site da Major League Soccer, o ex-jogador e analista Bobby Warshaw, considerou a atitude do árbitro correta, pois ele “cumpriu a regra à risca”. Até o momento, a MLS mantém ao brasileiro a suspensão automática de uma partida. O próprio Collin, do Red Bulls, retuítou o vídeo do ocorrido e lamentou. “Vemos que ele está brincando, nos somos irmãos.”