Ex-jogador de Boca e River é encontrado morto na Argentina

A polícia local abriu investigação sobre a causa da morte de Julio César Toresani, que tinha 51 anos

Por Da Redação - Atualizado em 22 abr 2019, 16h09 - Publicado em 22 abr 2019, 15h34

O ex-jogador Julio César Toresani, de 51 anos, foi encontrado morto nesta segunda-feira, 22, na cidade de Santa Fé, na Argentina. A polícia, segundo a agência estatal Telám, achou o corpo em um hotel da Liga Santa Fesina de Futebol (campeonato regional), onde ele vivia há algumas semanas, e investiga a hipótese de suicídio.

Tabela completa de jogos da Copa Libertadores 2019

Toresani nasceu em Santa Fé e atuava como lateral-direito e volante. Ele começou a carreira no Unión de Santa Fé e foi ídolo, na década de 1990, das três principais equipes do país, como River Plate e Boca Juniors, Independiente. “El Huevo”, como era apelidado, deixou os gramados em 2004, mas seguiu como no futebol como técnico, comandando equipes da Argentina, Bolívia, Equador e Uruguai.

O último time treinado por ele foi o Rampla Juniors, do Uruguai. Ele comandou a equipe em apenas duas rodadas, perdendo para Progresso e Peñarol, e foi demitido por questões pessoais. Segundo a imprensa argentina, Toresani chamou o presidente do clube para a briga.

O Boca usou as redes sociais para lamentar a morte de seu ex-jogador. “O Boca Juniors lamenta o falecimento de Julio César Toresani, que vestiu a camisa do clube entre 1996 e 1997”. O River Plate prestou condolências aos familiares de Toresani: “Lamentamos a morte de Toresani, ex-jogador do clube. Damos nosso apoio aos familiares neste duro momento”.

Publicidade

(Com EFE)

Publicidade