Clique e assine com até 92% de desconto

Estrelas desfalcam clubes brasileiros na volta das férias

Cueva, Scarpa e Diego Souza faltaram ao primeiro dia de trabalho em seus clubes

Por Da Redação Atualizado em 3 jan 2018, 18h52 - Publicado em 3 jan 2018, 16h46

Os clubes brasileiros retornaram das férias nesta quarta-feira, para o início da pré-temporada, de olho nos campeonatos estaduais, que deverão começar ainda em janeiro. Algumas equipes, contudo, não puderam contar com alguns de seus principais jogadores.

O São Paulo deu a largada para a temporada de 2018 animado com a chegada dos antigos ídolos Raí e Ricardo Rocha, que  assumirão as funções de diretor de futebol e coordenador de futebol, respectivamente. Eles estavam logo cedo no CT da Barra Funda para recepcionar os jogadores, como Hernanes, Lucas Prato e Rodrigo Caio, além do recém-contratado goleiro Jean, ex-Bahia.

Em compensação, o peruano Christian Cueva, um dos mais badalados do elenco, não apareceu. Segundo a assessoria de imprensa do clube, Cueva teve de resolver questões particulares no Peru e só se juntará ao elenco na próxima semana. Outro estrangeiro que não apareceu no primeiro dia de trabalho no São Paulo foi o argentino Jonatan Gomez, também liberado para resolver assuntos pessoais.

  • Destaque do Fluminense na última temporada e cobiçado por várias equipes, o meia Gustavo Scarpa não deu as caras na reapresentação nesta quarta. A diretoria do clube alega que tentou contato com o jogador, mas não teve resposta. A ausência aumentou a especulação sobre uma possível saída do jogador, irritando os dirigentes.

    “O atleta Gustavo Scarpa não se reapresentou com o restante do grupo na manhã desta quarta-feira, tampouco justificou ausência. O clube continua em busca de contato com o jogador e estão sendo tomadas providências”, afirmou a diretoria do Fluminense, em comunicado.

    O Sport Recife também retomou os trabalhos nesta quarta, mas com o desfalque de três atletas. O mais badalado, o meia Diego Souza, que estaria negociando com o São Paulo, que ofereceu 6 milhões de reais, embora a diretoria pernambucana diga que não o libera por menos de 10 milhões de reais. Os outros dois jogadores que não se apresentaram ao técnico Nelsinho Baptista foram o volante Rithely e o meia Régis.

    Continua após a publicidade
    Publicidade