Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
CLIQUE E RECEBA A REVISTA EM CASA A PARTIR DE R$14,90/MÊS Clique e receba em casa a partir de R$ 14,90

Estelar e serial killer: imprensa espanhola exalta Vinicius Jr. e Militão

Jornais do país direcionaram elogios para a atuação decisiva dos brasileiros contra o Liverpool; atacante de 20 anos foi tratado como um 'novo galáctico'

Por Da Redação Atualizado em 9 abr 2021, 19h44 - Publicado em 7 abr 2021, 12h41

A atuação decisiva dos brasileiros Eder Militão e, principalmente, de Vinicius Júnior, autor de um doblete (termo usado na Espanha para jogadores que marcam dois gols em uma só partida), na vitória por 3 a 1 do Real Madrid sobre o Liverpool, na terça, em Madri, em jogo válido pela rodada inaugural das quartas de final da Liga dos Campeões da Europa, sensibilizou a imprensa europeia.

Capa do Diário Marca, da Espanha -
Capa do Diário Marca, da Espanha – Reprodução/Divulgação

Na capa do diário Marca, o termo usado foi “Vinicius é coroado”, descrevendo que o atacante liderou o “baile” do Real Madrid. O jornal elegeu o jovem atacante como o melhor da partida, seguido pelo meio-campista alemão Toni Kroos, responsável direto por dois dos três gols.

“Que festa de Vini, coroado. Ele fez o segundo em uma finalização rasteira e que grande gol marcou, aproveitando um longo passe imperial de Kroos. Dominou no peito durante a corrida e definiu de forma perfeita. Está atento e encontrando espaços”, disse a avaliação da partida.

UOL Esporte Clube | Assine e acompanhe transmissões de grandes jogos e programas esportivos de onde você estiver.

Militão recebeu, por sua vez, a quarta avaliação mais alta do mesmo jornal pelos enfrentamentos com Sadio Mané e Mohamed Salah, autor do gol dos ingleses. A atuação segura foi eleita como a melhor já realizada desde a sua chegada ao Real Madrid. “Muito atento durante todo o jogo. No auge do confronto, sempre se antecipou ao Mané, é o que faz de melhor, e assinou o seu melhor jogo em Madri. Não é zagueiro, mas também anulou Salah”.

Continua após a publicidade

A publicação ainda fez um compilado de memes publicados sobre Vinicius Júnior, uma delas substituindo o rosto de Pelé pela do jogador na histórica foto em que é erguido por Jairzinho, em comemoração na Copa de 1970. Em outra montagem com Pelé, uma frase curiosa: “quem necessita de Pelé quando tem a Vinigol?”.

Circulou, também, uma montagem de Vinicius ao lado de Erling Haaland, do Borussia Dortmund, e Kylian Mbappé, do Paris Saint-Germain, dizendo “o futuro do futebol se chama Vinicius Júnior”.

Uma dos memes quer circulou: 'quem precisa de Pelé quando tem a Vinigol?
Uma dos memes que circulou: ‘quem precisa de Pelé quando tem a Vinigol?” – Reprodução/Divulgação

Em um dos artigos, o jornal citou que o jogador joga “contra tudo e contra todos”, lembrando o histórico de críticas que recebe desde a chegada ao clube, muitas vezes sendo ridicularizado por dificuldades em finalizar jogadas. “Demonstrou quem é e, sobretudo, quem pode chegar a ser’.

  • A atuação também rendeu elogios em outras publicações como jornal catalão Mundo Deportivo, que classificou o jogador como “estelar”. O Sport, outra publicação de Barcelona, deu nota nove para a partida do camisa 20 e usou o termo “serial killer” para defini-lo. “Demonstrou que, além de gerar espaços e chances, também marca gols. É certo que os que marcou foram com serenidade, como se fosse um serial killer”.

    Capa do jornal Ás, da Espanha -
    Capa do jornal Ás, da Espanha – Reprodução/Divulgação

    O As, de Madri, usou o apelido do jogador em ligação com a expressão latina. Veni, vidi, vici se transformou em “Vini, vidi, vici” (Vim, vi e venci, atribuída ao imperador romano Júlio César no ano 47 antes de Cristo). O jornal Corriere dello Sport citou o atacante como “um novo galáctico”, termo que ficou famoso no Real para o time formado por Ronaldo, Zidane, Figo e via.

    Com o resultado, os espanhóis agora poderão perder por até um gol de diferença para assegurar a classificação para as semifinais da competição. Em caso de derrota por 2 a 0, os ingleses passam devido ao gol qualificado, marcado fora de casa. A repetição do mesmo placar leva a partida à prorrogação. Se o Real marcar dois ou mais gols, obrigará o Liverpool a vencer por três de diferença para se classificar. A partida de volta está marcada para o próximo dia 14, no Anfield Road, em Liverpool.

    Continua após a publicidade
    Publicidade