Clique e assine com até 92% de desconto

Enquete: Palmeiras vai conseguir reverter o placar contra o Boca?

Histórico da Libertadores mostra que taxa de reversão é de apenas 16%

Por Da redação Atualizado em 25 out 2018, 12h24 - Publicado em 25 out 2018, 10h56

Reverter uma derrota por dois gols de diferença em uma semifinal de Copa Libertadores é algo raro, mas já aconteceu algumas vezes. O Palmeiras tentará repetir o feito na próxima semana, após a dura derrota por 2 a 0 para o Boca Juniors na Bombonera, na noite da última quarta-feira.

Desde a primeira edição em 1960, dos dezenove times que venceram a primeira partida semifinal por dois gols de diferença, dezesseis avançaram para a decisão. Apenas três conseguiram reverter o placar: Estudiantes em 1968, Boca Juniors em 2007 e Atlético-MG em 2013. As três equipes acabaram conquistando o título da Libertadores nesses anos.

  • Palmeiras na Libertadores

    O histórico do Palmeiras no torneio lhe dá esperanças. O clube foi derrotado por dois gols na partida de ida de um mata-mata em apenas uma ocasião, nas oitavas de final de 2000, e reverteu a vantagem, passando pelo Peñarol nos pênaltis.

    Em apenas outra ocasião, o Palmeiras foi derrotado por mais de dois gols em um partida de ida na Libertadores, nas quartas de final de 1995. Naquele ano, o clube paulista perdeu para o Grêmio, em Porto Alegre, por 5 a 0, e venceu na volta por 5 a 1, ficando a apenas um gol da disputa por pênaltis.

    A partida de volta das semifinais da Libertadores de 2018 acontece na próxima quarta-feira, dia 31 de outubro, às 21h45, no Allianz Parque, em São Paulo. Na fase de grupos, Palmeiras e Boca Juniors empataram em 1 a 1 no estádio.

    Dos semifinalistas que perderam a ida por dois gols, apenas três reverteram (em negrito):

    1961

    21/05 – Peñarol (URU) 3 x 1 Olimpia (PAR)
    27/05 – Olimpia (PAR) 1 x 2 Peñarol (URU)

    1964

    15/07 – Colo Colo (CHI) 2 x 4 Nacional (URU)
    01/08 – Nacional (URU) 4 x 2 Colo Colo (CHI)

    1965

    24/03 – Independiente (ARG) 2 x 0 Boca Juniors (ARG)
    28/03 – Boca Juniors (ARG) 1 x 0 Independiente (ARG)
    05/04 – Independiente (ARG) 0 x 0 Boca Juniors (ARG)

    1968

    18/04 – Racing (ARG) 2 x 0 Estudiantes (ARG)
    24/04 – Estudiantes (ARG) 3 x 0 Racing (ARG)
    27/04 – Racing (ARG) 1 x 1 Estudiantes (ARG)

    1969

    26/04 – Nacional (URU) 2 x 0 Peñarol (URU)
    30/04 – Peñarol (URU) 1 x 0 Nacional (URU)
    04/05 – Nacional (URU) 0 x 0 Peñarol (URU)

    1969

    01/05 – Universidad Católica (CHI) 1 x 3 Estudiantes (ARG)
    07/05 – Estudiantes (ARG) 3 x 1 Universidad Católica (CHI)

    2001

    07/06 – Cruz Azul (MEX) 2 x 0 Rosário Central (ARG)
    15/06 – Rosário Central (ARG) 3 x 3 Cruz Azul (MEX)

    2002

    09/07 – São Caetano (BRA) 2 x 0 América (MEX)
    16/07 – América (MEX) 1 x 1 São Caetano (BRA)

    2003

    11/06 – Boca Juniors (ARG) 2 x 0 América de Cali (COL)
    19/06 – América de Cali (COL) 0 x 4 Boca Juniors (ARG)

    2005

    22/06 – São Paulo 2 x 0 River Plate (ARG)
    29/06 – River Plate (ARG) 2 x 3 São Paulo

    2007

    30/05 – Grêmio 2 x 0 Santos
    06/06 – Santos 3 x 1 Grêmio

    2007

    31/05 – Cúcuta Deportivo (COL) 3 x 1 Boca Juniors (ARG)
    07/06 – Boca Juniors (ARG) 3 x 0 Cúcuta Deportivo (COL)

    2009

    24/06 – Cruzeiro 3 x 1 Grêmio
    02/07 – Grêmio 2 x 2 Cruzeiro

    Continua após a publicidade

    2012

    14/06 – Boca Juniors (ARG) 2 x 0 Universidad de Chile (CHI)
    21/06 – Universidad de Chile (CHI) 0 x 0 Boca Juniors (ARG)

    2013

    03/07 – Newell´s Old Boys (ARG) 2 x 0 Atlético-MG
    10/07 – Atlético-MG (3) 2 x 0  (2) Newell´s Old Boys (ARG)

    2013

    02/07 – Olimpia (PAR) 2 x 0 Santa Fe (COL)
    09/07 – Santa Fe (COL) 1 x 0 Olimpia (PAR)

    2014

    23/07 – Nacional (PAR) 2 x 0 Defensor (URU)
    30/07 – Defensor (URU) 1 x 0 Nacional (PAR)

    2015

    14/07 – River Plate (ARG) 2 x 0 Guaraní (PAR)
    21/07 – Guaraní (PAR) 1 x 1 River Plate (ARG)

    2016

    06/07 – São Paulo 0 x 2 Atlético Nacional (COL)
    13/07 – Atlético Nacional (COL) 2 x 1 São Paulo

    Semifinalistas que venceram por mais de dois gols na ida sempre avançaram

    1992

    27/05 – São Paulo 3 x 0 Barcelona (EQU)
    03/06 – Barcelona (EQU) 2 x 0 São Paulo

    1999

    19/05 – Deportivo Cali (COL) 4 x 0 Cerro Porteño (PAR)
    26/05 – Cerro Porteño (PAR) 3 x 2 Deportivo Cali (COL)

    2000

    31/05 – Boca Juniors (ARG) 4 x 1 América (MEX)
    07/06 – América (MEX) 3 x 1 Boca Juniors (ARG)

    2005

    23/06 – Atlético-PR 3 x 0 Chivas Gudalajara (MEX)
    30/06 – Chivas Guadalajara (MEX) 2 x 2 Atlético-PR

    2014

    23/07 – San Lorenzo (ARG) 5 x 0 Bolívar (BOL)
    30/07 – Bolívar (BOL) 1 x 0 San Lorenzo (ARG)

    2017

    25/10 – Barcelona (EQU) 0 x 3 Grêmio
    01/11 – Grêmio 0 x 1 Barcelona (EQU)

    Casos em que o Palmeiras foi derrotado por 2 ou mais gols de diferença na primeira partida mata-mata

    Quartas de final de 1995

    26/07 – Grêmio 5 x 0 Palmeiras
    01/08 – Palmeiras 5 x 1 Grêmio

    Oitavas de final de 2000

    04/05 – Peñarol (URU) 2 x 0 Palmeiras
    11/05 – Palmeiras (3) 3 x 1 (2) Peñarol (URU)

    Continua após a publicidade
    Publicidade