Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Encostados no Corinthians custam R$ 1 milhão por mês em salários

Nove jogadores estão encostados no clube, sem futuro definido

Com a volta de jogadores que estavam emprestados e a contratação de alguns reforços, o elenco do Corinthians conta com mais de 40 nomes, e pelo menos nove deles não estão nos planos do técnico Fábio Carille. Eles custam ao clube algo perto de 1 milhão de reais por mês só de salários. A situação que mais preocupa no momento é a do meia Giovanni Augusto, que sozinho representa quase um terço desse valor.

Para ficar com 50% dos direitos econômicos do jogador, o Corinthians pagou 16 milhões de reais ao Atlético-MG. Atualmente, ele recebe 320.000 reais por mês, o que tem atrapalhado transferir o atleta: Chapecoense e Vitória desistiram do negócio, não topariam o acerto nem se tivessem de pagar metade do valor. Giovanni Augusto não foi inscrito no Campeonato Paulista e tem contrato até dezembro de 2019.

Outros casos

Fellipe Bastos

O volante, agenciado por Carlos Leite, chegou sem custos, mas recebe cerca de 120.000 reais mensais e tem vínculo até dezembro de 2019. Desde a sua contratação, em janeiro de 2017, nunca se firmou.

Moisés

O lateral-esquerdo foi contratado do Madureira em 2015, emprestado a Bragantino e Bahia e voltou no ano passado. Após 17 jogos, renovou contrato até dezembro de 2019 e passou a ganhar 120.000 reais mensais, mesmo sendo reserva. No final do ano passado, o Corinthians tentou envolvê-lo em negociações com Bahia e Fluminense, mas o atleta não aceitou sair.

O lateral Moisés durante treino no Corinthians

O lateral Moisés do Corinthians. (Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians)

Jean

O volante foi contratado em agosto de 2016, só fez dois jogos e foi emprestado ao Paraná e ao Vasco. Tem vínculo até dezembro de 2020, mas não está nos planos do treinador. 

Gustavo Vieira

O jogador paraguaio chegou com 18 anos do Rubio Ñu, do Paraguai, por indicação de Gamarra, ídolo corintiano e ex-cartola do Rubio. Participou do sub-20, fez dois amistosos no time principal e foi emprestado duas vezes ao seu ex-time. Com contrato até agosto, vai embora de graça, mas recebe salário sem jogar.

Bruno Paulo

Contratado após o Paulistão de 2016 por ter se destacado no Audax, o atacante teve mais lesões do que jogos pelo Corinthians. Fez uma partida e foi emprestado ao Santa Cruz. Tem contrato até junho de 2019. Treina em horários diferentes do grupo, na companhia de Gustavo Viera e Matheus Vidotto.

Matheus Vidotto

O goleiro, que já foi até convocado por Felipão para a seleção brasileira, em 2013, brigou com Fábio Carille por ele ter escolhido Caíque como terceiro da posição. Está afastado, mas tem vínculo até dezembro. Se não renovar ou for negociado, sairá de graça.

Léo Príncipe

Revelado pelo clube, o reserva de Fagner perdeu espaço. Tem contrato até dezembro de 2019. Vitória, Atlético-GO, Paraná e Botafogo-SP têm interesse.

Corinthians x Palmeiras

O lateral Léo Príncipe do Corinthians. (Heitor Feitosa/VEJA.com)

Wariam

O volante de 21 anos é uma aposta da base que será emprestado para ganhar experiência. Ele tem contrato até junho de 2019. Fez dois amistosos pelo clube.