Clique e assine a partir de 9,90/mês

Em regime semiaberto, goleiro Bruno é contratado por time mineiro

Aos 34 anos, atleta condenado no caso Eliza Samudio foi anunciado pelo Poços de Caldas FC

Por Diego Freire - Atualizado em 28 ago 2019, 02h21 - Publicado em 28 ago 2019, 02h20

Condenado a 22 anos e três meses de prisão por participação no sequestro e assassinato de Eliza Samudio, o goleiro Bruno Fernandes foi anunciado nesta terça-feira 27 como novo reforço do Poços de Caldas FC, time da cidade de mesmo nome que disputará a terceira divisão do Campeonato Mineiro.

Aos 34 anos, Bruno progrediu em julho para o regime semiaberto domiciliar e acertou o contrato após liberação da Justiça, segundo informou o próprio clube em suas redes sociais.

https://www.facebook.com/pocosdecaldasfc/posts/735546383523780?__xts__%5B0%5D=68.ARDxomlzDkboMVb13jLHbRjN5uJxwYl1u8Da_wewAXvQ6juXkLpYsf4jibeO0ERM83z-Y74sEy7YJnOgYD-vaGPn9Dskbl1HTeJcW3LQCeFnxEotNM3EzFcB8gjEFKCzpcUDzKDtbs-3JpwQSmOCKqWknRJq9a1gvIombMI7Ve5tGnOVKB5Jcbe0QamATHGWE6_hQjgIXk5v8dG5PZk3Wy4-QvoY2I2uVXifThCo7mG8rJdIAhfypL8d_oJt1fVwPb85tVvyW4rsPJ_Fl8xr70OLuiXpzc4Rjfr7NTauxfgsgdyh-TWdxrYGby6MlRiqcQZ8Pz-OOOxAgnB2pYn6N0c&__tn__=-R

Preso em 2010, quando atuava pelo Flamengo, Bruno chegou a atuar na segunda divisão do Mineiro pelo Boa Esporte, em 2017, graças a um habeas corpus. Na ocasião, ele disputou cinco partidas (duas vitórias, dois empates e uma derrota) antes de se preso novamente.

Continua após a publicidade

O atleta atualmente reside em Varginha e é incerto se terá liberação para atuar em outras cidades do Estado. O anúncio de sua contratação dividiu opiniões nas redes sociais do Poços de Caldas, entre torcedores que exaltaram o clube por dar uma nova chance ao jogador e outros que criticaram sua chegada.

Revelado pelo Atlético-MG, Bruno também jogou pelo Corinthians e teve seu auge no Flamengo, onde se sagrou campeão brasileiro em 2009. No ano seguinte, com o desaparecimento de Eliza Samudio, modelo com quem teve um relacionamento amoroso, foi detido e depois condenado como um dos envolvidos em seu sequestro e assassinato. O corpo da jovem, que na época tinha 25 anos, nunca foi encontrado.

Publicidade