Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
CLIQUE E RECEBA A REVISTA EM CASA A PARTIR DE R$14,90/MÊS Clique e receba em casa a partir de R$ 14,90

Em áudios vazados, presidente do Real detona Cristiano e outros ídolos

Florentino Pérez chamou o maior artilheiro da história do clube de idiota e doente em conversa de 2012; Casillas, Raúl, Mourinho também não foram poupados

Por Da Redação Atualizado em 14 jul 2021, 13h08 - Publicado em 14 jul 2021, 12h30

O presidente Florentino Pérez, do Real Madrid, teve uma série de áudios vazados em que faz uma série de ataques ao atacante português Cristiano Ronaldo, artilheiro da última edição da Eurocopa. O conteúdo foi revelado pelo jornal espanhol El Confidencial, nesta terça-feira, 14. Pérez chama o atacante português, maior artilheiro da história do clube com 450 gols, de “idiota” e “doente”.

Assine a revista digital no app por apenas R$ 8,90/mês

“(Cristiano Ronaldo) está louco. Esse cara é um idiota, doente. Vocês acham que este cara é normal, mas ele não é normal, senão não fazia todas as coisas que faz. A última coisa que fez, todos a viram a nível mundial. Porque é que acham que faz essa estupidez?”, afirmou Pérez, em 2012. Florentino não negou a autoria dos áudios, mas disse que as palavras foram tiradas de contexto, acusando seu interlocutor de gravar clandestinamente a conversa.

Dias antes, a mesma publicação já havia exposto declarações contra ídolos do clube como o ex-atacante Raúl González e o ex-goleiro Iker Casillas, além do técnico português José Mourinho, do lateral esquerdo Fábio Coentrão e do empresário Jorge Mendes, responsável por agenciar as carreiras de Ronaldo e Coentrão.

  • “Casillas não é goleiro para o Madrid, o que você quer que eu diga? Não é, nunca foi. Foi um grande fracasso que tivemos. Um dos grandes golpes, o segundo é Raúl”, declarou sobre Casillas, que deixou o clube em 2015 e seguiu para o Porto, de Portugal, onde encerrou a carreira em 2020. Ele defendeu o clube em 725 partidas.

    Continua após a publicidade

    “Quando tivemos que jogar contra o Barcelona pelo título da Liga. Casillas chegou atrasado, eu não podia acreditar, ele estava conversando com a namorada. Uma piada. Ele é um cachorrinho de estimação”, acrescentou.

    Raúl Gonzalez e Iker Casillas, dois dos maiores ídolos do Real Madrid -
    Raúl Gonzalez e Iker Casillas, dois dos maiores ídolos do Real Madrid – Helios de la Rubia/Getty Images

    Sobre Raúl, segundo maior artilheiro do Real, com 323 gols, ele citou se tratar de “uma figura negativa que está destruindo o Madrid” por considerar que clube pertence a ele devido a sua idolatria. Atualmente, Raúl comanda a equipe B, o Real Madrid Castilla, o que aumenta ainda mais o constrangimento pelo vazamento.

    “O [Jorge] Mendes não manda nada nele (Cristiano Ronaldo), da mesma forma que nada manda no Mourinho. Até para as entrevistas. Nada. Estes são tipos com um ego terrível, os dois malcriados, o treinador e ele e não veem a realidade, porque os dois podiam ganhar muito mais dinheiro se fossem de outra forma. São dois anormais, porque estamos a falar de muito dinheiro no campo dos direitos de imagem”, teria afirmado Pérez, que também emendou críticas a Coentrão. “Esse é um tolo. É outro que não tem cabeça e a esses tipos o Real Madrid não dá hipótese. Conduz sem carta”, completou.

    Por fim, sobrou até mesmo para o técnico Vicente Del Bosque, campeão da Liga dos Campeões pelo Real Madrid e da Copa do Mundo de 2010 pela Espanha. “Não é treinador, é a maior mentira que vi na minha vida, não sabe nada de tática.”

    Diante do escândalo, Florentino Pérez disse estudar “possíveis ações legais” e atribuiu a divulgação a criação da Superliga europeia, modelo próprio de competição lançado por doze importantes clubes do continente que pretendia fazer oposição ao tradicional torneio.

    Continua após a publicidade
    Publicidade