Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Em 1996, United desistiu de Zidane para não incomodar Cantona

Técnico Ferguson não quis se indispor com estrela do time, que se aposentaria no ano seguinte. Já Zidane foi para a Juventus e se tornou o melhor do mundo

Há mais de 20 anos, o Manchester United tomou uma decisão da qual se arrependeria amargamente: rejeitou a possibilidade de contratar Zinedine Zidane, atual técnico do Real Madrid e então revelação do Bordeaux, para não incomodar a grande estrela do time, o também francês Eric Cantona. O fato ocorrido em 1996 foi revelado nesta sexta-feira por Martin Edwards, ex-presidente do United.

Em entrevista à BBC Radio, o dirigente afirmou que a decisão foi do técnico Alex Ferguson. “Eles jogavam na mesma posição, e Alex pensou que a contratação de Zidane poderia incomodar Cantona. Se pensarmos nisso e olharmos para trás, sim, é uma verdadeira pena e nos arrependemos, já que Cantona se aposentou um ano depois e Zidane era muito mais jovem. Ele poderia ter continuado no clube por mais tempo.”

Cantona, então com 30 anos, era o grande ídolo do time e um atacante famoso por sua incrível técnica e também por problemas disciplinares. No mais famoso deles, ficou nove meses suspenso por ter dado uma voadora em um torcedor do Crystal Palace, em 1995.

Em 1997, perto de completar 31 anos, Cantona chocou o mundo ao anunciar sua aposentadoria, chateado com uma eliminação do United diante do Borussia Dortmund, na Liga dos Campeões, e com o fato de não estar sendo chamado para a seleção francesa que conquistaria a Copa do Mundo do ano seguinte, com Zidane como protagonista.

‘Zizou’ deixou o Bordeaux em 1996 e assinou com a Juventus, pela qual jogou cinco temporadas e ganhou diversos títulos. Eleito três vezes o melhor jogador do mundo, Zidane ainda brilharia por Real Madrid e seleção francesa até se aposentar em 2006, com um gesto “a la Cantona”: uma cabeçada na final da Copa do Mundo.