Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Elogiado por gestão da pandemia, Uruguai receberá final da Libertadores

Conmebol ressaltou ritmo de vacinação no país e escolheu o Estádio Centenário, em Montevidéu, como sede das decisões sul-americanas de 2021

Por Da Redação Atualizado em 13 Maio 2021, 14h00 - Publicado em 13 Maio 2021, 13h48

A Conmebol anunciou nesta quinta-feira, 13, o local das finais da Copa Libertadores e da Copa Sul-Americana de 2021. O escolhido foi o tradicional Estádio Centenário, em Montevidéu, capital do Uruguai. A gestão do país em relação à pandemia do novo coronavírus foi apontada como decisiva para a escolha.

A decisão de 2021 da Libertadores acontecerá no dia 20 de novembro, já a da Sul-Americana, no dia 6 do mesmo mês. Além disso, a entidade bateu o martelo sobre as decisões da próxima temporada:a final da Libertadores de 2022 acontecerá no Equador, no Monumental de Guayaquil, e a da Sul-Americana em Brasilía, no Mané Garrincha.

  • Segundo divulgado pela própria Conmebol, o Uruguai foi escolhido como palco das finais em decorrência do controle da pandemia no país. “O Uruguai planeja vacinar um alto percentual de sua população até julho, o que colocaria o país entre os mais seguros do continente nas datas previstas para as finais”, diz o comunicado.

    Até o momento, 36% da população uruguaia já recebeu pelo menos a primeira dose da vacina contra a Covid-19 e o governo do Uruguai garantiu à Conmebol que conseguirá realizar as decisões com presença de público.

    Influência política

    A escolha de Montevidéu surpreendeu, pois a cidade não figurava na lista de pré-candidatos. Recentemente, o governo do Uruguai intermediou o controverso acordo que permitiu à Conmebol obter 50.000 doses de vacina por meio de doação do laboratório chinês Sinovac, visando imunizar os atletas de suas competições, como a Copa América. O Atlético-GO foi o primeiro time brasileiro imunizado.

    Segundo revelou o diário argentino La Nación, as negociações feitas pelo presidente da Conmebol, o paraguaio Alejandro Domínguez, tiveram início em um animado churrasco com políticos em Montevídeu e envolveu até uma camisa do Barcelona autografada por Lionel Messi como mimo.

    Palco da final da primeira Copa do Mundo, em 1930, o Estádio Centenário precisa de ajustes e modernizações. Assim, a Associação Uruguaia de Futebol, durante a reunião que decidiu Montevidéu como palco das finais, prometeu investimentos, para melhorar as condições da estrutura do local.

    Continua após a publicidade
    Publicidade