Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
CLIQUE E RECEBA A REVISTA EM CASA A PARTIR DE R$14,90/MÊS Clique e receba em casa a partir de R$ 14,90

Eliminatórias: Brasil bate Equador e mantém 100% de aproveitamento

Apesar da crise interna que assola a CBF e todo o ambiente da equipe, seleção brasileira conseguiu sua quinta vitória na competição, no Beira-Rio

Por Da Redação Atualizado em 4 jun 2021, 23h35 - Publicado em 4 jun 2021, 23h29

Atravessando um momento extremamente conturbado nos bastidores, a seleção brasileira conseguiu sua quinta vitória nas Eliminatórias Sul-Americanas da Copa de 2002 nesta sexta-feira, 4, ao bater o Equador por 2 a 0 no Beira-Rio,em Porto Alegre. Richarlison e Neymar marcaram, na segunda etapa, os gols que mantiveram o time com 100% de aproveitamento na competição.

Assine a revista digital no app por apenas R$ 8,90/mês

Protagonista de uma série de polêmicas, que incluem uma denúncia de assédio moral e sexual por parte de uma funcionária da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), o presidente da entidade, Rogério Caboclo compareceu ao estádio e foi flagrado, minutos antes de a bola rolar, em um animado papo com Tite e o coordenador Juninho Paulista.

Na véspera,o treinador Tite admitiu em entrevista coletiva que há grande insatisfação no elenco em relação à mudança da Copa América para o país, o que já foi repassado à direção da CBF. O técnico prometeu externar a posição do grupo após a partida contra o Paraguai, em Assunção, dia 8, ainda pelas Eliminatórias.

Em meio a este cenário de incertezas, o time entrou em campo com novidades importantes, como Gabriel Barbosa, no ataque, na vaga que costumava ser de Gabriel Jesus. O Brasil teve a posse de bola, mas sofreu na primeira etapa para penetrar a fechada defesa equatoriana.

Continua após a publicidade

Neymar, que também enfrenta recentes denúncias de assédio sexual, este por parte de uma funcionária da Nike, sofreu com a marcação forte da equipe rival e, como de costume, levou algumas pancadas. O camisa 10 teve atuação discreta, mas levou perigo em um chute de fora da área queo goleiro Alexander Domínguez defendeu com dificuldades.

Gabigol teve duas boas chances. Na primeira, parou no goleiro; na segunda, mandou a bola para as redes após bom cruzamento de Danilo, mas o gol foi anulado por impedimento.

No início da segunda etapa, depois que Fred, que já tinha cartão amarelo, cometeu falta dura, Tite tirou o volante do Manchester United para a entrada de Gabriel Jesus. Pouco depois, Neymar encontrou Richarlison, que bateu forte de esquerda e contou com a colaboração do goleiro Domínguez, para balançar as redes.

O Brasil melhorou na partida e, por pouco, não ampliou em mais duas chances claras de Gabigol. Primeiro, recebeu boa bola de Jesus e chutou nas pernas do goleiro. Depois, em bom contra-ataque puxado por Neymar e Richarlison, cabeceou para fora, rente à trave.  O segundo gol saiu já perto do fim, em pênalti de Ayrton Preciado em Gabriel Jesus, marcado com o auxílio do VAR.

Neymar chegou a desperdiçar a primeira cobrança, ao bater fraco e muito mal, mas o árbitro mandou voltar alegando que o goleiro se adiantou. Na segunda tentativa, o camisa 10 deslocou o goleiro com categoria. Com 15 pontos, o Brasil lidera a competição com quatro pontos a mais que a vice-líder Argentina.

Após a partida, Casemiro confirmou, ainda que sem dizer claramente, que os atletas tem o desejo de não participar da Copa América. “Todos sabem a nossa posição. Queríamos falar, mas respeitamos a hierarquia e vamos nos posicionar depois”, disse, à TV Globo. Ele ainda disse que a posição é unânime entre atletas e comissão técnica.

Brazil v Ecuador - FIFA World Cup 2022 Qatar Qualifier
Gabriel Barbosa teve diversas oportunidades de gol Buda Mendes/Getty Images
Continua após a publicidade
Publicidade