Clique e assine com até 92% de desconto

Eles acham que somos imbecis?

Os comentaristas precisam falar a linguagem do torcedor. Se está precisando de tradutor é porque tem algo de errado

Por Paulo Cezar Caju Atualizado em 26 out 2020, 18h22 - Publicado em 26 out 2020, 13h50

Flamengo, Atlético Mineiro ou Internacional. Tudo leva a crer que um desses três seja o campeão brasileiro. Três treinadores estrangeiros, três estilos diferentes. Flamengo, o mais técnico e ofensivo, Inter provando que dá para conciliar técnica e força, e o Galo, time que aposta na intensidade, mas que ainda não me convenceu.

Adoro o Sampaoli, mas mesmo sendo o clube com mais tempo para treinar, por disputar apenas uma competição, é o que mais peca nos fundamentos. Keno, o principal jogador, erra demais e contra um esquema defensivo bem armado, como aconteceu com o Sport, o time fica rodando de um lado para o outro, insistindo nas mesmas jogadas, sem sucesso.

Inter e Flamengo estão muito mais bem treinados e o Flamengo tem a vantagem de ter jogadores de mais qualidade, como Everton Ribeiro, Gerson e Pedro. E ao Inter falta um jogador de velocidade para ajudar nos contra-ataques.

  • Mas para não dizerem que gosto apenas de treinadores estrangeiros, assisti o ótimo jogo entre São Paulo x Fortaleza, de dois técnicos que admiro, Fernando Diniz e Rogério Ceni. Dá gosto ver times bem treinados. Deu Diniz, após uma disputa de pênaltis eletrizante! Bom ver surgir Brenner, um bom atacante. Outro bom de ver jogar é Claudinho, do Bragantino. Tomara que vinguem.

    O que continua chato demais, beirando o insuportável, são os comentaristas querendo dar aula de futebol. Tem dois ex-jogadores que estão passando dos limites. No excelente jogo entre Flamengo x Inter o locutor, a pedido dos internautas, pediu para o comentarista explicar o que significava a expressão “quebrar a bola”, que ele já havia usado umas duzentas vezes. A resposta deve ter deixado o pessoal mais confuso ainda.

    Tem uma comentarista que segue a mesma linha, se acha, e é posicional para lá, marcação alta para cá. O que eles acham, que somos imbecis? Falem a linguagem do torcedor! Se está precisando de tradutor é porque tem algo de errado. Vamos entrar na geração do futebol com legenda. Vou seguir os conselhos de amigos que se cansaram de ouvir tantas baboseiras, deixar a tevê no mudo e ouvir pelo rádio. Genial, adeus último terço!

    Em tempo, falamos do VAR na última coluna, mas é importante ressaltar que na Inglaterra ele também falha! No clássico entre Manchester United x Chelsea, o árbitro de vídeo ignorou um pênalti escandaloso para os visitantes!

    UOL Esporte Clube | Assine e acompanhe transmissões de grandes jogos e programas esportivos de onde você estiver.

    Continua após a publicidade
    Publicidade