Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
CLIQUE E RECEBA A REVISTA EM CASA A PARTIR DE R$14,90/MÊS Clique e receba em casa a partir de R$ 14,90

É campeão! Chelsea bate Villarreal nos pênaltis e vence Supercopa da Uefa

Após empate no tempo normal e na prorrogação, os ingleses contaram com o brilho do goleiro reserva Kepa para levantar a taça nas penalidades

Por Da Redação 11 ago 2021, 18h50

O Chelsea é o primeiro campeão da nova temporada europeia. Os ingleses bateram o Villarreal nos pênaltis após empate por 1 a 1 no tempo normal e na prorrogação, em jogo com quase 20.000 torcedores no estádio Windsor Park, em Belfast, na Irlanda do Norte, e conquistaram o título da Supercopa da Uefa. Kepa Arrizabalaga entrou no último minuto para brilhar. O goleiro reserva substituiu o titular Mendy e pegou dois pênaltis.

A partida única da Supercopa da Uefa, que reúne os atuais vencedores da Liga dos Campeões e Liga Europa, em tese, faz parte da última temporada, mas é abre o novo calendário do futebol no continente. A decisão europeia foi também o primeiro confronto oficial entre Chelsea e Villarreal na história.

Com um time misto e vários titulares no banco, o Chelsea, mais experiente em partidas deste tamanho, começou melhor e chegou primeiro ao gol. Após Timo Werner e N’Golo Kanté desperdiçarem boas chances, o alemão Kai Havertz recebeu na esquerda e cruzou rasteiro para o marroquino marcar aos 27 minutos do primeiro tempo.

Em sua primeira participação de Supercopa da Uefa, o Submarino Amarelo voltou do intervalo melhor e chegou ao empate após muita insistência. Também aos 27 minutos, mas da segunda etapa, Gerard Moreno, artilheiro do Villarreal na campanha histórica da equipe na temporada passada, fez um golaço após linda tabela com direito a passe de calcanhar de Boulaye Dia.

Com o empate por 1 a 1 no tempo normal, a partida foi para prorrogação. Como nenhum dos dois times conseguiu desigualar o placar, o título teve que ser decidido nos pênaltis. Asenjo defendeu a primeira cobrança de Kai Havertz, mas o Chelsea tinha Kepa. O goleiro defendeu duas cobranças, dos zagueiros Aissa Mandi e Raúl Albiol, e saiu como o herói do título da Supercopa da Uefa.

Continua após a publicidade
Publicidade