Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Dois brasileiros ajudaram a escolher a lista de melhores da Fifa

Ex-atletas, homens e mulheres, votaram para melhores do mundo. Saiba quem são

Além de divulgar a lista de candidatos ao prêmio de melhor do mundo, a Fifa também indicou a lista de ex-jogadores que definiram os candidatos, que tem  dois brasileiros. Na escolha de melhor treinador e jogador do futebol masculino, Cafu, capitão brasileiro no pentacampeonato em 2002, foi um dos votantes, da mesma forma que Sissi, camisa 10 do Brasil na Olimpíada de 1996, fez parte da comissão que votou no melhor treinador e jogadora do futebol feminino.

Entre os homens, um time completo, com onze ex-jogadores participaram das escolhas dos 24 melhores jogadores e 12 melhores técnicos da última temporada. Já entre as mulheres, seis ex-jogadoras fizeram a lista final com 10 jogadoras e 10 treinadores de destaque no futebol feminino.

Veja abaixo a lista de quem votou:

Entre as mulheres:

Jacqueline Shipanga: (Namíbia) – Treinadora da seleção de futebol da Namíbia.

Maia Jackman: (Nova Zelândia) – Jogou a Copa do Mundo de 2007 com a seleção da Nova Zelândia.

Mia Hamm: (EUA) – Duas vezes eleita melhor jogadora do mundo pela Fifa, em 2001 e 2002, conquistou duas medalhas de ouro com o time dos EUA (1996 e 2004) e disputou e venceu as Copas do Mundo de 1991 e 1999 e ficou com a terceira colocação em 1995 e 2003. Está no Hall da Fama da Fifa, com uma das 100 maiores jogadoras ou jogadores de futebol de todos os tempos.

Nadine Kessler: (Alemanha) – Aposentada com apenas 29 anos, conquistou a Copa do Mundo de 2013 com a Alemanha. Foi eleita a melhor jogadora do mundo pela Fifa em 2014.

Sissi: (Brasil) – Jogou pela seleção brasileira desde os primórdios, em 1988, até o ano de 1999. Jogou as Copas do Mundo de 1995 e 1999, quando ficou com o terceiro lugar, e os Jogos Olímpicos de 1996 e 2000, sempre com a camisa 10 do Brasil.

Sun Wen: (China) – Jogou pela China os Jogos Olímpicos de 1996 e 2000. Foi medalha de Prata nos Jogos de 1996 e artilheira das Olimpíadas de 2000, com quatro gols. Disputou as Copas do Mundo de 1991, 1995, 1999 e 2003,  ficando com o vice-campeonato em 1999.

Entre os homens:

Alexander Frei: (Suíça) – Atacante suíço com passagem pelo Borussia Dortmund, jogou as Copas do Mundo de 2006 e 2010.

Cafu: (Brasil) – Foi campeão mundial com o Brasil em 1994 e 2002, sendo capitão na última. Jogou ainda as Copas de 1998 e 2006, além de ter se tornado ídolo de São Paulo, Palmeiras, Roma e Milan.

Carles Puyol: (Espanha) – Ídolo do Barcelona, único clube que defendeu, jogou as Copas de 2002, 2006 e 2010 com a Espanha, conquistando o título na última.

Carlos Valderrama: (Colômbia) – Colombiano, jogou três Copas do Mundo, em 1990, 1994 e 1998.

Edwin van der Sar: (Holanda) – Goleiro de Ajax, Juventus e Manchester United, disputou as Copas de 1994, 1998 e 2006 com a Holanda.

Enzo Francescoli: (Uruguai) – Craque uruguaio dos anos 1980 e 1990, Francescoli foi ídolo do River Plate e disputou as Copas de 1986 e 1990 com o Uruguai.

Hidetoshi Nakata: (Japão) – Japonês com passagem de sucesso no futebol italiano, jogou as Copas de 1998, 2002 e 2006, além dos Jogos Olímpicos de 1996 e 2000.

Ivan Vicelich: (Nova Zelândia) – De origem croata, jogou sete anos no futebol holandês e participou da Copa do Mundo de 2010.

Jay Jay Okocha: (Nigéria) – Ex-jogador do PSG, Okocha jogou as Copas de 1994, 1998 e 2002 com a seleção nigeriana, além de ter conquistado a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de 1996.

Landon Donovan: (EUA) – Jogador com passagem pelo futebol da Alemanha e da Inglaterra, foi ídolo do Los Angeles Galaxy e da seleção dos EUA, pela qual disputou as Copas do Mundo de 2002, 2006 e 2010, além dos Jogos Olímpicos de 2000.