Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Do controle para o gramado: Videogame ajuda a vida real

Informações dos games são usados em jogos do "mundo real"

Por Dimitrius Pulvirenti Atualizado em 20 fev 2017, 10h53 - Publicado em 3 out 2015, 10h00

A tela com visão geral do elenco e a capacidade de cada jogador — como finalização, drible, passe e velocidade — parece videogame.

Mas não é: o software FUT-Index, criado pelo produtor de jogos Brunno Noce, leva aos clubes “de verdade” uma ferramenta de gerenciamento de atletas que simula informações como as das franquias de futebol para jogos digitais. Um grande clube brasileiro já utiliza a plataforma.

Noce sabe do assunto: é quem pesquisa e mapeia jogadores para o Pro Evolution Soccer (PES), da Konami, e já trabalhou com o Fifa, da EA Sports, e o Football Manager, da Sega. A diferença é que essas informações vêm dos treinamentos, não das partidas. Os integrantes da comissão técnica definem um valor para cada aspecto técnico, físico e psicológico e atualizam os números periodicamente. Com os dados, são criados padrões de desempenho – os meias, por exemplo, têm uma pontuação mínima de finalização e passe. Uma das funções é permitir a escolha de atletas da base com as características que procura e suas informações físicas e psicológicas.

“Em um ano, o clube terá a visão do que o jogador evoluiu e do que não evoluiu”, diz Noce. “Hoje, eles trabalham com planilha de Excel, é bem primitivo.”

Continua após a publicidade
Publicidade