Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Diego Costa é denunciado por fraude fiscal de mais de 1 milhão de euros

De acordo com Fazenda espanhola, atacante brasileiro naturalizado espanhol não declarou valor referente à sua contratação pelo Chelsea em 2014

Por EFE 4 jun 2019, 09h08

A Promotoria Provincial de Madri denunciou o jogador brasileiro naturalizado espanhol Diego Costa, do Atlético de Madri, por fraude fiscal de mais de 1 milhão de euros (cerca de 4,3 milhões de reais) ao Tesouro durante o ano de 2014, quando assinou com o Chelsea.

Em seu relatório enviado à Agência Tributária, a Promotoria denuncia que, apesar de ser residente fiscal na Espanha naquele ano, o atacante não declarou ao Tesouro os rendimentos pagos a ele pelo clube londrino pela cessão de seus direitos de imagem.

  • Em 2014, Diego Costa recebeu 1.371.098,31 euros em conceito de direitos de imagem, mas em sua declaração não incluiu os valores pagos pelo Chelsea, que – sempre de acordo com a Promotoria – provocou um prejuízo aos cofres públicos de 1.014.416,76 euros.

    Com isso, Costa se junta a um vasto time de atletas que tiveram problemas com o fisco espanhol, como Cristiano Ronaldo, Lionel Messi e Neymar.

    Continua após a publicidade
    Publicidade