Clique e assine a partir de 9,90/mês

‘Dez gênios em 1’: AFA compara Messi a Fangio, Gardel, Ginobili, papa…

De volta à seleção após nove meses de afastamento, camisa 10 teve seu talento com a bola nivelado ao de dez célebres compatriotas (juntos)

Por EFE - 21 mar 2019, 17h49

A Associação de Futebol Argentina (AFA) divulgou nesta quinta-feira, 21, um vídeo em que celebra o retorno do astro Lionel Messi à seleção, depois de um período de nove meses de afastamento iniciado com o fim da Copa do Mundo. O craque do Barcelona tem seu talento com a bola comparado ao de outros dez argentinos que fizeram história no mundo do esporte, das artes e até da medicina, todos juntos.

No vídeo “10 argentinos em 1”, Messi é apontado como tendo a fé do papa Francisco, a velocidade de Juan Manuel Fangio, pentacampeão mundial de Fórmula 1; o “toque” do bandoneonista e compositor Astor Piazzolla e encestasse como Manu Ginóbili, campeão da NBA pelo San Antonio Spurs.

O texto do vídeo ainda diz que Messi faz os corações baterem como René Favaloro, renomado cardiologista; que na área é como Carlos Gardel, o célebre cantor de tango. Também, que o craque conclui como a tenista Gabriela Sabatini, deixa a todos sem palavras como o escritor Jorge Luis Borges, voa como o carro esportivo Pagani Zonda e deixa os marcadores “pintados” como o artista plástico Benito Quinquela.

“Ainda assim, há gente que acha que ele é de outro planeta? Pode ser. De um planeta de gênios, chamado Argentina”, diz o locutor.

O vídeo dividiu opiniões no país. Enquanto vários reverenciaram o camisa 10, outros lembraram de seus maus resultados pela seleção – não conquistou nenhum título pela equipe adulta e perdeu três finais de Copa América e uma de Copa do Mundo.

A Argentina enfrentará nesta sexta-feira a Venezuela, em amistoso no estádio Wanda Metropolitano, em Madri, na Espanha. Quatro dias depois, será a vez de duelar com o Marrocos, no Tânger.

Continua após a publicidade

 

Publicidade