Clique e assine a partir de 8,90/mês

Defendido por Guardiola, Mourinho garante: ‘Tenho um futuro sem o United’

O técnico português falou pela primeira vez sobre seus próximos passos e recebeu apoio de seu eterno rival

Por Da Redação - 19 dez 2018, 14h33

O técnico Pep Guardiola, do Manchester City, defendeu nesta quarta-feira, 19, seu companheiro de profissão José Mourinho, depois do português ser demitido do Manchester United, na última terça. O espanhol, que protagonizou uma rivalidade intensa com Mourinho nos tempos de Barcelona x Real Madrid e United x City, disse estar ao seu lado.

“Quando acontece, sempre fico do lado dos técnicos. Quando a fase não é boa, como técnicos, estamos sozinhos. No futebol é assim, eles contam conosco para vencer, mas quando isso não acontece, você é demitido porque os resultados não são bons”, declarou o técnico do City, em entrevista à emissora britânica Sky Sports.

Tabela completa de jogos do Campeonato Inglês

Guardiola também afirmou estar tranquilo com a situação de Mourinho, pois o português tem experiência e espaço no mercado europeu. “Ele é muito forte, desejo a ele o melhor. Ele voltará em breve e vamos nos enfrentar novamente”, garantiu. Além de adversários, Mourinho e Guardiola trabalharam juntos no Barcelona na década de 90 – o primeiro como auxiliar e o segundo como atleta.

Mourinho: ‘Tenho um futuro sem o Manchester United’

De férias em Londres, o técnico José Mourinho falou pela primeira vez sobre seus próximos passos depois de ser demitido do Manchester United. O português também deixou claro que não comentará sobre os problemas internos que teve no clube.

O técnico do Manchester United, José Mourinho, sorri durante partida contra o Sevilla, válida pelas oitavas-de-final da Liga dos Campeões da Europa - 21/02/2018
José Mourinho acumulou confusões no United  Jorge Guerrero/AFP

“Eu não mudo. Levo comigo os bons momentos e não falo de nada do que aconteceu dentro do clube. Poderíamos falar sobre muitas coisas boas e ruins, mas esse não sou eu, acabou. O Manchester United tem um futuro sem mim e eu tenho um futuro sem o Manchester United. Por que eu teria de compartilhar as minhas emoções com vocês e com os torcedores? Acabou. Eu sempre fui muito crítico de treinadores que falam de tudo que aconteceu dentro do clube e procuram alguém para culpar depois de serem demitidos. Não sou assim”, explicou o português, à Sky Sports.

“Só queria dizer que o jogo acabou, espero que vocês, da mídia, respeitem meu jeito de lidar com essas coisas. Até eu voltar para o futebol, acho que tenho o direito de viver minha vida normalmente, como estou fazendo agora, indo às compras, caminhando um pouco e é isso que quero fazer. O Manchester United é passado”, concluiu, enquanto caminhava em uma rua do centro de Londres.

Mourinho foi demitido depois dois anos e meio de trabalho, no qual conquistou um título da Liga Europa, um da Copa da Liga Inglesa e uma Supercopa da Inglaterra. Na atual temporada, Mourinho deixou o United apenas na sexta colocação do Campeonato Inglês, classificado para as oitavas de final da Liga dos Campeões, mas acumulou conflitos com os jogadores, principalmente com o meia francês Paul Pogba.

Continua após a publicidade
Publicidade