Clique e assine a partir de 9,90/mês

David Neres celebra ‘não’ a fortuna da China: ‘Fiz a escolha certa’

Atacante da seleção recordou proposta tentadora do Guanghzou Evergrande e, especulado pelo Everton, admitiu sonho de atuar na Premier League

Por Luiz Felipe Castro - Atualizado em 16 Jun 2019, 10h13 - Publicado em 16 Jun 2019, 09h00

David Neres tem uma personalidade bastante peculiar. Em campo, é ousado, espalhafatoso como seu corte de cabelo. Diante dos microfones, é tímido, fala baixinho, mas muitas vezes surpreende com boas tiradas, é naturalmente carismático. Na madrugada deste sábado, 15, depois da vitória da seleção brasileira sobre a Bolívia na estreia da Copa América, o atacante revelado pelo São Paulo atendeu a todos os jornalistas que gritaram seu nome na zona mista, mas deu especial atenção a um trio de jornalistas holandeses que vieram apenas para vê-lo. Em bom inglês, falou sobre a possibilidade de deixar o Ajax e “celebrou” o fato de não ter ido à China.

Aos jornalistas brasileiros, Neres foi mais protocolar e fugiu, por exemplo, da polêmica sobre o o distanciamento da torcida no estádio que o viu nascer para o futebol. “Faz parte”, resumiu. Ao reencontrar os profissionais europeus, porém, o jogador de 22 anos se sentiu mais à vontade, até apoiou-se na grade e papeou sem pressa, com sorrisos no rosto, talvez grato pela presença deles em seu país.

Tabela completa da Copa América 2019

Primeiro, falou sobre a experiência de voltar ao Morumbi. “É um sentimento incrível de jogar em casa, na minha cidade e no clube que me formou, é especial, vieram todos me ver, família, amigos, namorada”, contou. Ele namora a modelo alemã Kira Winona, com quem se comunica em inglês, o que melhorou sua fluência no idioma.

View this post on Instagram

Continua após a publicidade

Feliz aniversario meu campeão!❤️ Now we can match in our pajamas.🙈

A post shared by K I R A W I N O N A (@kirawinona) on

Ele, no entanto, despistou sobre os rumores de que esteja de saída para o Everton, da Inglaterra. “Quando estou na seleção, tento me manter focado, deixo isso de lado, com meus empresários. Claro que a Premier League me interessa, é a melhor liga do mundo, sempre tive o sonho de jogar lá, mas deixo o futuro nas mãos de Deus”, em seguida, riu quando perguntado se o companheiro de seleção Richarlison lhe deu dicas sobre o clube da cidade de Liverpool. “Não, não falou nada.”

Continua após a publicidade

Em outra resposta curiosa, celebrou o fato de ter negado uma proposta de cerca de 45 milhões de dólares (195 milhões de reais, pela cotação atual) do Guangzhou Evergrande, da China, em janeiro. Pouco depois, o atacante de 22 anos se firmou no Ajax, que chegou à semifinal da Liga dos Campeões, e na seleção.

“Se tivesse aceitado, com certeza não estaria aqui (risos). Eles fizeram uma boa oferta, foi tentador, porque eu não joguei tudo na primeira metade da temporada. Me perguntava o que era melhor para mim. No fim, fiquei e vencemos o Real Madrid e a Juventus, agora estou jogando na seleção. Acho que fiz a escolha certa”.

Publicidade