Clique e assine a partir de 8,90/mês

Daniel, ex-meia do São Paulo, foi ‘brutalmente’ assassinado, diz Polícia

Jogador de 24 anos foi encontrado morto em São José dos Pinhais (PR)), com ferimentos de faca e o órgão genital decepado

Por Gazeta Press - Atualizado em 29 out 2018, 15h06 - Publicado em 29 out 2018, 14h43

Daniel Corrêa Freitas, meio-campista com passagens por São Paulo, Coritiba, Botafogo, entre outros clubes, foi encontrado morto no último sábado, em São José dos Pinhais (Paraná), com ferimentos de faca em várias partes do corpo. Segundo a Polícia Civil, o jogador foi brutalmente assassinado e teve o órgão genital decepado.

“Foi algo com bastante maldade, de quem fez estava com muita raiva. Tudo isso será apurado. Possivelmente, foi uma morte dolorosa, não morreu no momento”, disse Edimilson Pereira, superintendente da Polícia Civil, à Rádio Banda B, de Curitiba.

Conforme Pereira, o assassino está sendo procurado e a investigação está avançada, porém nenhuma nova informação será divulgada para não prejudicar o andamento do processo. O corpo de Daniel foi liberado pelo Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba nesta segunda-feira e deve ser encaminhado na terça-feira para Conselheiro Lafaiete, em Minas Gerais, onde mora sua família.

Daniel foi revelado pelo Cruzeiro, mas estreou como profissional no Botafogo, em 2013. Dois anos depois, acertou com o São Paulo, mas enfrentou vários problemas físicos e fez apenas 16 jogos pelo clube paulista. Desde então, acumulou passagens por empréstimos por Coritiba, Ponte Preta e estava no São Bento, de Sorocaba.

A Assessoria P2, que geria a carreira de Daniel, lamentou a morte do atleta, assim como todos os clubes em que o jogador de 24 anos teve passagens.

View this post on Instagram

Mlk Dani… Hoje o dia amanheceu aqui muito triste.. Um moleque tranquilo, de bom coração, super do bem… quantas vezes brincava com ele sobre ele ser tão sossegado como era… quanto potencial como atleta… um ser humano incrível… Que Deus conforte a família, os amigos… é um momento em que as palavras são dificílimas e que a tristeza é enorme! Meus sentimentos aos familiares 🙏🏼😔

A post shared by Alan Kardec (@alankardec) on

Continua após a publicidade
Publicidade