Clique e assine com até 92% de desconto

Cruzeiro é novamente punido pela Fifa e fica proibido de registrar atletas

Clube mineiro que disputa a Série B divulgou e-mails trocados com o Zorya, da Ucrânia, e avisou que irá recorrer

Por Da Redação Atualizado em 3 set 2020, 10h52 - Publicado em 2 set 2020, 16h17

No ano mais duro de sua história, aquele em que disputa a Série B do Brasileirão pela primeira vez, o Cruzeiro foi novamente punido pela Fifa e está proibido de registrar novos jogadores. A nova penalidade se refere a uma ação imposta pelo clube ucraniano Zorya referente à compra do atacante Willian, hoje no Palmeiras, ainda em 2014. A diretoria mineira avisou nesta quarta-feira, 2, que irá recorrer.

Em agosto, o Cruzeiro havia anunciado um acordo para a quitação da antiga dívida de 1,1 milhão de euros (equivalente a 6,9 milhões de reais pela cotação atual). No entanto, o clube foi surpreendido com um documento da Fifa, negando a homologação do acordo.

Em nota oficial, o Cruzeiro contestou a nova punição e apresentou documentos que, segundo ele, comprovam o acordo com o clube da Ucrânia. O clube alega que o pagamento foi realizado a outro clube, o Alik Football Management, da Estônia, que detinha crédito com o Zorya. Porém, o Zorya enviou uma carta à Fifa que jamais assinou o documento.

O Cruzeiro rebateu e mostrou e-mails presentes nos sistemas da Fifa nos quais o Zorya confirmaria o acordo. “No trâmite, além do selo de autenticação e assinatura do representante do FC Zorya em todos os documentos, nos quais o mesmo atesta, num primeiro momento, a cessão do crédito para o Alik, e, num segundo momento, o termo de formalização do acordo, é importante destacar que a comunicação entre os todos os envolvidos sempre se deu por meio dos canais oficiais estabelecidos pelo sistema Fifa/TMS, que é extremamente rigoroso com o acesso, cadastramento e processos dos seus e-mails”, diz trecho da nota.

  • O Cruzeiro já havia sofrido uma dura sanção da Fifa, em maio, quando foi condenado a iniciar a Série B do Brasileirão com seis pontos a menos, devido ao não pagamento de uma dívida junto ao Al Wahda, dos Emirados Árabes, pelo empréstimo do volante Denilson. Com três vitórias, um empate e duas derrotas (que lhe dariam 10 pontos em condições normaos), o time é o 15º colocado da Série B, com 4 pontos.

    UOL Esporte Clube | Assine e acompanhe transmissões de grandes jogos e programas esportivos de onde você estiver.

     

     

    Continua após a publicidade
    Publicidade