Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
CLIQUE E RECEBA A REVISTA EM CASA A PARTIR DE R$14,90/MÊS Clique e receba em casa a partir de R$ 14,90

Cristiano Ronaldo fica perto de recorde de Platini; Messi pode quebrar tabu argentino

Dois jogadores quebraram recordes e ajudaram nas classificações de sua equipe

Por Redação PLACAR Atualizado em 8 mar 2017, 15h00 - Publicado em 23 jun 2016, 11h29

Mesmo em suas seleções, Cristiano Ronaldo e Messi seguem chamando atenção do mundo e quebrando recordes. 

O primeiro ajudou Portugal a se classificar na Eurocopa. Depois, tornou-se o primeiro a marcar em quatro edições seguidas do torneio. Por fim, com oito gols, fica a um de quebrar o recorde de Michel Platini, que tem nove gols na história do torneio, sendo seu artilheiro histórico.

Dos jogadores que estão nesse torneio, Ibrahimovic, eliminado sem marcar, têm seis gols. Wayne Rooney, que ainda não marcou, tem cinco.

Já Lionel Messi levou a Argentina à final da Copa América novamente, um ano após à derrota para o Chile nos pênaltis.

Essa é a maior chance da Argentina sair da fila que dura desde 1993, quando a Argentina de Batistuta venceu o torneio no Equador

Batistuta, aliás, foi ultrapassado por Messi como maior artilheiro da história da seleção argentina. Messi chegou a 55 gols, contra 54 do Batigol, que jogou de 1991 a 2002 pela seleção.

Batistuta, no entanto, tem média melhor. Foram 54 gols em 78 jogos, com 0,72 gol por jogo. Já Messi fez 55 gols em 112 partidas, com média 0,49 gol por jogo.

Messi marcou gol de falta contra os EUA e ajudou a classificar a Argentina – Troy Taormina/USA TODAY

Continua após a publicidade
Publicidade