Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Covid-19: torcedores devem retornar aos estádios ingleses em maio

Retomada do público será gradual e coincidirá com a última rodada da Premier League. Em julho, país sediará a final da Eurocopa

Por Da Redação Atualizado em 23 fev 2021, 16h21 - Publicado em 22 fev 2021, 14h49

Com a pandemia do novo coronavírus perdendo força em todo o mundo, especialmente na Europa, em breve torcedores devem retornar às arquibancadas das principais ligas do continente. Na Inglaterra, a volta gradual já tem data prevista: 17 de maio, segundo informações desta segunda-feira, 22, da emissora Sky Sports, que detalha os planos do primeiro-ministro Boris Johnson para aliviar as normas de isolamento.

Os fãs, que haviam retornado em número limitado no ano passado, foram completamente retirados dos estádios da Premier League, a primeira divisão do Campeonato Inglês, em dezembro, com a aumento dos casos, a chamada segunda onda, da Covid-19. A média diária de pessoas infectadas saltou de 15.000, no final de novembro, para 60.000 em janeiro.

Com o retorno de um severo lockdown e o avanço da vacinação, a média caiu para 11.000 atualmente, números que animaram Boris Johnson e flexibilizar as normas. A partir de 8 de março, escolas serão reabertas e será permitida recreação em espaços públicos entre duas pessoas. De 29 de março em diante, grupos de até seis pessoas (ou duas famílias) poderão se reunir ao ar livre.

Em relação a eventos esportivos, caso tudo corra dentro da normalidade, a presença de público deve ser retomada a partir de 17 de maio da seguinte forma: a torcida em eventos indoor será limitada a 50% da capacidade ou um total de 1.000 espectadores, o que for menor. Para eventos menores ao ar livre, a capacidade será de 50% ou 4.000 pessoas, segundo a Sky Sports.

  • Para eventos maiores, como partidas em estádios de futebol, haverá permissão para 1/4 da capacidade ou 10.000 pessoas, o que for menor. Com isso, é provável que a última rodada da temporada 2020/2021, em 23 de maio, da Premier League conte com a presença de torcedores.

    Continua após a publicidade

    O Manchester City é o líder, com 59 pontos, dez a mais que o rival Manchester United, após 25 rodadas. Na última rodada, o time dirigido por Pep Guardiola encara o Everton, em casa. Existe ainda a possibilidade de que a final da Fa Cup, em 15 de maio, em Wembley, funcione como um evento-teste para a retomada do público.

    O estádio de Wembley, em Londres, por sinal, será sede de sete partidas da Eurocopa, incluindo a grande decisão, em 11 de julho. O evento, que deveria ter sido disputado ano passado, mas foi adiado em razão da pandemia, será jogado em 12 estádios, um em cada país, e a expectativa é que seja liberada a presença reduzida de torcedores.

    As propostas de Boris Johnbson também deixam em aberto a possibilidade de torcedores comparecerem a grandes eventos de outras modalidades, como o Wimbledon, de tênis, as corridas de cavalos de Royal Ascot, e o Grande Prêmio da Inglaterra de Fórmula 1.

    No entanto, o governo britânico avisa que quatro condições devem ser atendidas para que haja a flexibilização do lockdown: o programa de vacinação deve seguir dentro do planejado; é preciso haver evidências de que as vacinas estão funcionando; as taxas de infecção não podem apresentar risco de aumento nas internações hospitalares; e novas variantes do vírus não podem alterar este cenário.

    UOL Esporte Clube | Assine e acompanhe transmissões de grandes jogos e programas esportivos de onde você estiver.

    Continua após a publicidade
    Publicidade