Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Coronavírus: ligas europeias começam tratativas sobre retorno aos gramados

As equipes e dirigentes das competições tentam definir um plano seguro para voltarem às atividades em meio à pandemia da Covid-19

Por Danilo Monteiro Atualizado em 13 abr 2020, 17h17 - Publicado em 13 abr 2020, 17h06

Os dirigente das equipes e principais ligas do futebol europeu começaram a discutir e planejar o retorno dos campeonatos nacionais, paralisados pela pandemia de coronavírus. Entre as cinco grandes ligas da Europa, apenas a alemã, a espanhola e a inglesa já estipularam prazos para a retomada de suas competições, a princípio de portões fechados. No basquete, a NBA também está próxima de anunciar uma data de retorno.

Vários clubes alemães já iniciaram o treinamento em grupo, mas com regras rígidas de segurança, garantindo que os jogadores e funcionários não se contaminem com a Covid-19. O Bayern de Munique, na última semana, organizou treinos de fundamentos técnicos para grupos separados de cinco jogadores, sem contato físico entre eles. O Campeonato Alemão será provavelmente o primeiro dos europeus a ter bola rolando, de acordo com Christian Seifert, CEO da Bundesliga, que estimou a previsão de retomada para o início do mês de maio, em entrevista ao jornal britânico The Guardian.

A previsão não é tão otimista na Inglaterra. Os clubes ainda discutem os termos para retornar aos treinos e disputar a Premier League, mas tudo depende de uma segurança por parte do governo da Inglaterra. Segundo o jornal Daily Mail, é seguro dizer que o campeonato voltará no dia 6 de junho, caso seja permitido pelos agentes de saúde do país.

  • A situação do futebol espanhol é ainda mais incerta. O presidente de La Liga, Javier Tebas, revelou em coletiva que o Campeonato Espanhol tem possibilidades de voltar no dia 28 de maio, 6 de junho ou 28 de junho, dependendo de como estará a situação do país. A Espanha foi um dos locais mais atingidos pelo coronavírus e, por esse motivo, José Manuel Uribes, Ministro da Cultura e Esporte, rebateu as previsões de Tebas, em entrevista ao periódico AS, e disse que o futebol retornará apenas quando as autoridades de saúde permitirem.

    A Itália, assim como a Espanha, sofreu duramente com a pandemia de coronavírus, que causou mais de 20 000 mortes no país. O presidente da Federação Italiana, Gabriele Gravina, contou à Sky Sports Italia que não há prazo para o retorno do campeonato, mas a federação e os clubes já trabalham em um projeto para a retomada dos treinos. De acordo com ele, todos os jogadores precisarão ser testados em um processo que será iniciado até o final de abril. Na França, ainda não há discussões  ou previsões sobre a volta do campeonato nacional.

    Crise não afeta apenas o futebol – A NBA também está cautelosa ao falar sobre o retorno da temporada. A liga segue todas as recomendações de saúde do governo dos Estados Unidos, mas discute diariamente a possibilidade de as equipes retornarem às quadras. Além da pandemia, a liga se preocupa com o condicionamento físico dos atletas e, para isso, só retomará os jogos após 25 dias de treinos intensivos de seus atletas.

    Segundo o jornalista Brian Windhorst, o plano consiste em 11 dias de treinamentos individuais, em isolamento, e 14 dias de treinos coletivos, para aprimorar a parte tática e técnica dos jogadores, que estão há mais de um mês parados. Após a conclusão do programa, a temporada retornará, mas ainda não há previsão exata de quando o projeto sairá do papel.

    Continua após a publicidade
    Publicidade