Clique e assine com até 92% de desconto

Corinthianismo: clube lança campanha ‘religiosa’ com homenagem a Sócrates

Ídolo da equipe, que completaria 65 anos nesta terça-feira, aparece em vídeo com frases de exaltação à fidelidade da torcida alvinegra

Por Da redação Atualizado em 19 fev 2019, 12h04 - Publicado em 19 fev 2019, 11h28

O Corinthians divulgou lançou na noite de segunda-feira 18 uma nova campanha publicitária, batizada de “Corinthianismo”, que remete à forma “religiosa” como a chamada “fiel torcida”se relaciona com o time. A peça publicitária contem ainda diversas referências ao ex-jogador e ídolo do clube, Sócrates, que nesta terça-feira, 19, completaria 65 anos. Os perfis oficiais do clube já adotaram o logotipo da campanha.

O trabalho é desenvolvido pela agência F/Nazca Saatchi & Saatchi, empresa responsável também pela “República Popular do Corinthians”, em 2010, e “Epidemia Corinthiana”, em 2012.

No filme, Sócrates aparece como uma espécie de profeta. As expressões verbais e gestuais do “Doutor” foram utilizadas para fazer o elo com as imagens. A narrativa usa frases bastante famosas ditas pelo líder da Democracia Corinthiana, do início dos anos 80. O ex-jogador morreu aos 57 anos, em 4 de dezembro de 2011, dia em que o Corinthians conquistou seu sexto Campeonato Brasileiro.

  • “O Corinthians é muito mais que um clube de futebol. O Corinthians é uma religião, uma grande nação, mas muito mais que isso, o Corinthians é uma voz. O Corinthians é uma força, uma forma de expressão que a sua população tem. A torcida corintiana usa o seu clube, o seu time, a sua expressão física como forma de contestação de tudo aquilo que não lhes é dado de direito.”

    Além de imagens religiosas, simbologias e Sócrates, o filme oficial da campanha “Corinthianismo” foca no aspecto do torcedor “sofredor” ao destacar os piores momentos da história do clube, como o rebaixamento à Série B no Campeonato Brasileiro, a queda na Pré-Libertadores de 2011 e os 23 anos sem título, para em seguida clamar pela superação com os títulos de 1977, os dois Mundiais, a Libertadores e os títulos do Campeonato Brasileiro.

    (Com Gazeta Press)

    Continua após a publicidade
    Publicidade