Clique e assine a partir de 9,90/mês

Copa América: as dúvidas de Tite e Scaloni para Brasil x Argentina

Filipe Luís se recupera de lesão na coxa e pode ser substituído por Alex Sandro

Por Luiz Felipe Castro - Atualizado em 1 jul 2019, 19h57 - Publicado em 1 jul 2019, 18h50

BELO HORIZONTE – Brasil e Argentina fazem nesta terça-feira, 2, a partir das 21h30, no Mineirão, o maior clássico do futebol sul-americano valendo vaga na final da Copa América. Os técnicos Tite e Lionel Scaloni mantiveram o mistério sobre as escalações. Do lado brasileiro, a maior dúvida está na lateral-esquerda: Filipe Luís, que deixou o último jogo com dores na coxa esquerda, pode ser substituído por Alex Sandro.

Filipe Luís participou nesta segunda-feira, 1º, das atividades na Cidade do Galo, em Vespasiano (MG), mas como o trabalho só foi aberto aos jornalistas nos 15 primeiros minutos, não é possível cravar se o lateral do Atlético de Madri será escalado. O técnico Tite manteve o mistério, em tom de bom humor.

“Filipe Luís? Eu não vou falar. Eu não sei! Ou melhor, sei, mas não falo”, disse, na entrevista coletiva na véspera. Questionado sobre por que revelou as escalações em alguns jogos e outros não, Tite despistou. “O que me diz como agir é o meu feeling. No caso do Allan, quis demonstrar de forma pública a confiança no jogador. Tem outras situações que são estratégicas. Não posso ser sempre o mesmo.”

Outra mudança em realização ao jogo contra o Paraguai é o retorno de Casemiro, que, suspenso, deu lugar a Allan.

Continua após a publicidade

Outra dúvida diz respeito ao atacante Richarlison. Recuperado de uma caxumba, que o manteve três dias afastado do grupo, em um hotel de Porto Alegre, o jogador do Everton foi reintegrado e treinou nesta tarde. Por isso, existe a expectativa de que esteja no banco no clássico sul-americano. O volante Fernandinho, ainda com dores no joelho direito, treinou separado do resto do elenco e deve ficar de fora do banco novamente.

A Argentina seguiu o protocolo de abrir apenas o aquecimento à imprensa. Havia entre os jornalistas locais uma dúvida na escalação envolvendo dois dos atletas mais experientes e consagrados do grupo: Sergio Agüero, ou Ángel Di María. O técnico Lionel Scaloni, porém, respaldou o atacante do Manchester City.

“Não vou revelar o time, mas a única coisa que digo é que Agüero vai jogar. Não sei por que vocês sempre dizem que ele vai sair do time (…) Só garanto o Agüero, do resto ninguém. Nem Messi!”, disse, em tom bem-humorado.

“Não vou confirmar o time, mas o que posso dizer é que estamos pensando mais em nós mesmos do que nos outros e que queremos dominar o jogo no meio-campo”, completou, dando a entender que pode reforçar o setor.

Continua após a publicidade

Prováveis escalações:

Brasil Alisson; Daniel Alves, Thiago Silva, Marquinhos e Filipe Luís (Alex Sandro); Casemiro, Arthur, Phillippe Coutinho; Gabriel Jesus, Firmino e Everton. Técnico: Tite

Argentina: Franco Armani, Juan Foyth, German Pezzela, Nicolás Otamendi, Nicolás Tagliafico, Rodrigo De Paul, Leandro Paredes, Marcos Acuña, Lionel Messi, Sergio Agüero, Lautaro Martínez. Técnico: Lionel Scaloni.

Publicidade