Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Contratado até a Euro, Luis Enríque é apresentado na Espanha

Treinador disse que não comentará sobre política na seleção

Na manhã desta quinta-feira, Luis Enríque foi apresentado como o novo técnico da seleção espanhola na Ciudad de Fútbol, em Madri. Após uma campanha abaixo do esperado na Copa do Mundo, em meio à demissão forçada de Julen Lopetegui, contratado pelo Real Madrid, e eliminação nas oitavas para a Rússia, a Federação Espanhola de Futebol fechou um acordo de dois anos com o novo treinador, até o final da Eurocopa, em 2020.

“Estou muito animado, com muita vontade e preparado para tentar conseguir dois anos de grandes desafios e objetivos. Venho com meu estafe, vamos conhecer o trabalho das pessoas que já estavam aqui para poder ver os recursos que temos”, afirmou Luis Enrique. “Não vou falar de nada político. Sou asturiano, orgulhoso de viver na Catalunha e espanhol”, comentou o novo treinador, com ligação com os dois maiores clubes espanhóis, Barcelona e Real Madrid.

O estafe mencionado é composto de seu auxiliar Rafael Pol, do preparador físico Jesús Casas e do chefe de equipe e psicólogo Joaquín Valdés, todos parte de sua equipe quando dirigiu o Barcelona. O primeiro compromisso do novo comandante à frente da seleção será no dia 8 de setembro, contra a Inglaterra, em Wembley, pela recém-criada Liga das Nações da Uefa. A primeira convocação será no dia 31 de agosto.

Luis Enrique atuou como meia e defendeu tanto a camisa do Barcelona quanto a do rival Real Madrid. Pela seleção espanhola, disputou os Jogos Olímpicos de 1992, quando foi medalhista de ouro, as Copas de 1994, 1998 e 2002 e a Eurocopa de 1996. Como treinador, conquistou uma Liga dos Campeões, dois Campeonatos Espanhóis, um Mundial de Clubes e três Copas do Rei pelo Barcelona. Ele foi anunciado como técnico da Espanha no dia 9 de julho.