Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Contra o Bayern, Neymar encara novo Dia D pelo PSG

Embalada pela boa fase do brasileiro e de Kylian Mbappé, equipe francesa espera eliminar o atual campeão. Nas redes sociais, fãs exaltam mais um #NeymarDay

Por Da Redação Atualizado em 13 abr 2021, 11h28 - Publicado em 13 abr 2021, 10h54

Já tornou-se um hábito, quase uma tradição: em dias de mata-mata da Liga dos Campeões da Europa, fãs de Neymar espalham seu apoio ao atacante brasileiro com a hashtag #NeymarDay nas redes sociais. No ano passado, a estratégia funcionou até a final, na qual o Paris Saint-Germain foi derrotado pelo Bayern de Munique. Nesta terça-feira, 13, o camisa 10 e o PSG têm uma chance de ouro de revanche, justamente contra o atual campeão, no Parque dos Príncipes. A partida terá transmissão ao vivo pelo Facebook da Champions League e no Estádio TNT Sport, plataforma de streaming, a partir das 16h (de Brasília) e vale muito mais do que “apenas” uma vaga na semifinal para o PSG.

O clube francês venceu por 3 a 2 na última semana, em Munique, debaixo de muita neve e com atuação memorável da dupla Neymar-Mbappé. O brasileiro foi responsável por duas assistências, uma para o gol de Mbappé e outra para o de Marquinhos, enquanto o parceiro de ataque marcou duas vezes.

Para passar as semifinais, a equipe do técnico Mauricio Pochettino pode empatar ou até perder por um gol de diferença com os placares de 1 a 0 ou 2 a 1. A repetição do placar de ida leva o confronto para a prorrogação. O clube alemão passa caso vença por dois ou mais gols de diferença ou por um, com placares superiores a 4 a 3.

Neymar nunca foi tão letal na competição: tem seis gols e suas assistências em seis partidas na atual edição da Champions. Nem mesmo na temporada 2014/2015, a do título conquistado com o Barcelona, foi tão decisivo. Na ocasião, terminou como artilheiro, com dez gols, mas em 12 partidas disputadas. Na atual, ficou de fora dos dois jogos com o Barcelona, em recuperação de lesão, e viu Mbappé conduzir quase sozinho o PSG. O camisa 7, por sinal, marcou oito gols nos últimos quatro jogos da competição.

Às vésperas da decisão, Neymar vive um contexto pouco esperado no PSG após desacertos, ligações constantes sobre saída e a pecha de que sua passagem por Paris tinha data de validade certa, até junho de 2022, data do final de contrato. O jogador, no entanto, tem boas chances de acertar a extensão do vínculo até 2026, com aditivos pomposos, um deles caso consiga, justamente, ganhar um título inédito da competição pelo time parisiense. O acordo pode acontecer antes do término da atual edição.

Continua após a publicidade
Mbappé e Neymar comemoram um dos gols do PSG sobre o Bayern pela Champions League -
Mbappé e Neymar comemoram um dos gols do PSG sobre o Bayern pela Champions League – Alexander Hassenstein/Getty Images

Neymar já é o recordista do país na liga europeia. Brasileiro com o maior número de gols na história da competição, 41 ao todo, agora corre por outros recordes, um deles para alcançar o top-10 entre os mais decisivos em mata-matas. Atualmente, ele tem 13 gols e está a dois de Frank Lampard, com 15, último entre os dez maiores artilheiros em jogos eliminatórios da competição, contabilizando confrontos de 1993 a 2020, segundo levantamento de Rodolfo Rodrigues, colaborador de PLACAR.

É, portanto, mais uma chance de ouro de Neymar deixar as críticas para trás e se consolidar como um dos maiores e mais vencedores craques de sua gerações. Atormentado por lesões nos anos anteriores, o atacante vem demonstrando boa forma e está a quatro jogos da glória europeia.

Além da hashtag NeymarDay, virou moda o termo “hoje tem” com fotos ou menções ao atacante brasileiro: “Se o Neymar acha, eu concordo. Se o Neymar fala, eu escuto. Se o Neymar erra, eu perdoo. Se o Neymar tem 100 fãs, eu sou um deles. Se o Neymar tem 1 fã, eu sou esse fã. Se o Neymar não tem fãs, eu não existo”, disse um dos perfis, seguido pela postagem: “Na minha casa, eu e minha família servimos ao Ney Day”, alusivo a uma passagem bíblica registrada no livro de Josué 24:15.

Em alta novamente, após ondas de antipatia, recupera a própria imagem em tom menos polêmico e com declarações mais generosas, a última direcionada a Mbappé, em entrevista à revista France Football. “Ele [Mbappé] me ensinou muito sobre o que é ser francês. Ele me explicou a mentalidade daqui”, afirmou o brasileiro. “Eu devo a ele por boa parte da minha adaptação, e consequentemente, minha felicidade no PSG é graças a ele”, acrescentou.

Durante a entrevista, Neymar ainda disse que gostaria de ter a explosão e velocidade do companheiro. “Na primeira oportunidade de vê-lo treinar, eu notei sua velocidade, inteligência, capacidade nos dribles e humildade para seguir evoluindo. Aí, eu falei para mim: ‘é nosso garoto de ouro’. Só velocidade não basta. Você precisa ser inteligente para a utilizar, e Kylian é. Tem muito repertório”.

Para o jogo o Bayern segue sem poder contar com o seu principal nome, o atacante polonês Robert Lewandowski, em recuperação de lesão. Em compensação o técnico Hansi Flick contará com os retornos de Coman, Lucas Hernández e Boateng. O PSG não contará com o zagueiro brasileiro Marquinhos entre os titulares. Ele deixou o jogo de ida machucado e deve ficar como opção no banco de reservas.

Continua após a publicidade
Publicidade