Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Conmebol multa CBF por gritos homofóbicos da torcida no Morumbi

Entidade aplicou sanção de 15.000 dólares por manifestações de parte dos torcedores no jogo contra a Bolívia, na abertura da Copa América

Por Estadão Conteúdo Atualizado em 28 jun 2019, 15h10 - Publicado em 28 jun 2019, 11h39

A Conmebol anunciou na quinta-feira 27 que aplicou uma multa de 15.000 dólares (cerca de 57.000 reais) à CBF por causa dos gritos homofóbicos de torcedores durante o jogo em que o Brasil venceu a Bolívia por 3 a 0, no último dia 14, no Estádio do Morumbi, em São Paulo, na abertura da Copa América.

Naquela ocasião, parte dos presentes nas arquibancadas gritava “bicha” quando o goleiro Lampe cobrava tiros de meta. A entidade sul-americana acabou enquadrando a CBF nos artigos 8 e 14 do seu regulamento disciplinar, que falam em “insulto ou atentado contra a dignidade humana de outra pessoa ou grupo de pessoas, por qualquer meio, por motivos de cor de pele, raça, etnia, idioma, credo ou origem”.

  • Veja a tabela da Copa América

    Não cabe recuso contra a decisão tomada pela Conmebol, que também anunciou nesta quinta-feira uma punição à Associação Uruguaia de Futebol (AUF). Neste caso, a entidade foi multada em 10.000 dólares (aproximadamente 38.000 reais) por atraso da seleção para comparecer ao campo no jogo contra o Japão, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre, pela segunda rodada da fase de grupos da Copa América. A pena foi aplicada por reincidência dos uruguaios nesse tipo de infração.

    Publicidade