Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Conmebol diz querer começar eliminatórias para Copa de 2022 em setembro

Demais competições sul-americanas, como a Libertadores, seguem sem data prevista de reinício em razão da pandemia de coronavírus

Por Da Redação Atualizado em 17 abr 2020, 15h44 - Publicado em 17 abr 2020, 15h17

A Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) confirmou no início da tarde desta sexta 17 que as eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022 só começarão em setembro deste ano. A entidade que rege o futebol no cone sul também disse que a edição da Copa América prevista para 2020, na Argentina e Colômbia, segue remarcada para os meses de junho e julho de 2021.

Os primeiros jogos das eliminatórias estavam marcados para o fim de março, mas é provável que as quatro primeiras rodadas tenham que ser remarcadas em função da paralisação pelo coronavírus. Mesmo assim, a Conmebol diz que o formato da disputa (todos jogando contra todos, em partidas de ida e volta) segue valendo. Os quatro primeiros colocados se classificarão de forma direta para a Copa do Catar e o quinto disputará uma repescagem.

  • Retomada do futebol de clubes segue com prazo indefinido.

    No encontro virtual entre dirigentes da América do Sul ocorrido nesta sexta, não se discutiu, porém, uma data para a retomada das competições de clubes, como a Copa Sul-Americana e a Libertadores. Segundo o comunicado da Conmebol, “a prioridade continua sendo preservar a saúde” e que por essa razão não há previsão de reinício das partidas continentais.

    A Libertadores, torneio cujo atual campeão é o Flamengo, foi paralisada na segunda rodada da fase de grupos. Há uma crescente preocupação sobre a capacidade de manter o formato e que a competição consiga ser finalizada até o final do ano. Por essa razão, já se fala em adiamento da próxima edição do Mundial de Clubes, marcada originalmente para dezembro de 2020.

    Continua após a publicidade
    Publicidade