Clique e assine a partir de 9,90/mês

Conmebol diz querer começar eliminatórias para Copa de 2022 em setembro

Demais competições sul-americanas, como a Libertadores, seguem sem data prevista de reinício em razão da pandemia de coronavírus

Por Da Redação - Atualizado em 17 Apr 2020, 15h44 - Publicado em 17 Apr 2020, 15h17

A Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) confirmou no início da tarde desta sexta 17 que as eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022 só começarão em setembro deste ano. A entidade que rege o futebol no cone sul também disse que a edição da Copa América prevista para 2020, na Argentina e Colômbia, segue remarcada para os meses de junho e julho de 2021.

Os primeiros jogos das eliminatórias estavam marcados para o fim de março, mas é provável que as quatro primeiras rodadas tenham que ser remarcadas em função da paralisação pelo coronavírus. Mesmo assim, a Conmebol diz que o formato da disputa (todos jogando contra todos, em partidas de ida e volta) segue valendo. Os quatro primeiros colocados se classificarão de forma direta para a Copa do Catar e o quinto disputará uma repescagem.

Retomada do futebol de clubes segue com prazo indefinido.

No encontro virtual entre dirigentes da América do Sul ocorrido nesta sexta, não se discutiu, porém, uma data para a retomada das competições de clubes, como a Copa Sul-Americana e a Libertadores. Segundo o comunicado da Conmebol, “a prioridade continua sendo preservar a saúde” e que por essa razão não há previsão de reinício das partidas continentais.

Continua após a publicidade

A Libertadores, torneio cujo atual campeão é o Flamengo, foi paralisada na segunda rodada da fase de grupos. Há uma crescente preocupação sobre a capacidade de manter o formato e que a competição consiga ser finalizada até o final do ano. Por essa razão, já se fala em adiamento da próxima edição do Mundial de Clubes, marcada originalmente para dezembro de 2020.

Publicidade