Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Conheça os finalistas (mais marrentos) do prêmio Boulard’s D’our

Mourinho é presença certa! saiba quem concorre com o português pelo título de "autoconfiança"

Anualmente, o jornal L’equipe escolhe as declarações mais egocêntricas dos principais atletas e técnicos do mundo e os reune em um prêmio. O leitor então escolhe seu favorito e o mais votado leva para casa o Boulard’s D’our, prêmio por sua grande “humildade”.Confira abaixo os indicados:

José Mourinho:

O técnico já é presença garantida no prêmio, mas nunca havia chegado entre os 10 primeiros. O motivo de sua presença se deve ao conjunto da obra segundo o jornal. Um exemplo recente de seu “talento” foi quando, ao ser questionado sobre uma possivel demissão do Chelsea, Mourinho replicou: ” O Chelsea não pode ter Melhor treinador que eu, existem alguns do meu nível, mas não melhores”

Eugenie Bouchard:

A bela tenista canadense afirmou o seguinte: “Eu não acredito no conceito de apertar a mão do meu oponente antes da batalha, o desejando boa sorte. Fazer isso não passa de uma mentira”, disparou após ser perguntada sobre o fato de não cumprimentar a rival romena Alexandra Dulgheru.

John Carver:

“Eu sou o melhor técnico na Premier League”, disse o já ex-técnico do Newcastle John Carver. Detalhe, o time só havia conquistado 9 pontos em 48 possiveis…

Borna Coric:

“Eu sou o melhor tenista da minha geração”, afirmou o jovem tenista de apenas 18 anos. Depois, Coric ainda tentou consertar alegando que não é o melhor necessariamente, mas têm o melhor ranking, 

Kevin Durant:

“Eu sinto que estou imparável e que posso fazer tudo em um passo”, disse o astro da NBA que perdeu a temporada passada por conta de uma grave lesão.

Justin Gatlin:

“Estou confiante que posso bater o recorde mundial de Bolt. Não me importo com os críticos.”, disparou Gatlin após cravar 9.79 segundos no mundial de pequim, se tornando o 5º homem mais rápido da história dos 100 m.

Paul George:

“Eu não era o MVP ano passado. Ma quero ser o MVP neste ano. Eua tenho que ganhar, simples assim”, declarou Paul George, que também alegou ter evoluído ainda mais desde sua grave lesão ano passado.

Zlatan Ibrahimovic

“Eu coloquei a Suécia e a França no mapa do futebol”, disse o sueco, já famoso por suas declarações fortes e pôlemicas. Ano passado, durante a copa do mundo, Ibra chegou a dizer que a competição não seria a mesma com a ausência de alguém tão importante quanto ele. Definitivamente um fortíssimo concorrente ao prêmio.

Floyd Mayweather:

O falastrão não deixou por menos e dias após sua vitória sobre Manny Pacquiao já deu uma forte declaração: “Eu acho que fiz mais para o boxe do que Ali”, disparou o boxeador já famoso por sua excentricidade.

Cristiano Ronaldo:

Por fim, mas não menos importante temos o Gajo e sua polêmicas declarações. Em uma entrevista para a BBC o craque disparou: “Eu não me importo com o que as pessoas dizem. Não apenas neste ano, mas desde sempre, eu sou o melhor”. Nada melhor que uma bela demonstração de “auto-confiança”.

E para você? Qual a estrela mais marrenta do esporte mundial? Entre no site do L’Equipe e faça sua escolha.