Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Como assistir: River e Cruzeiro fazem clássico das oitavas da Libertadores

Clube mineiro encara o atual campeão em 'tira-teima' continental

O Cruzeiro faz nesta terça-feira, 23, às 19h15 (de Brasília), contra o atual campeão River Plate, no estádio Monumental de Nuñez, em Buenos Aires, o duelo de ida das oitavas de final da Copa Libertadores, uma espécie de “tira-teima” histórico entre os dois grandes clubes sul-americanos na competição continental. O jogo será transmitido exclusivamente em TV fechada, pelo canal SporTV.

Os dois times se enfrentarão pela terceira vez em um mata-mata do torneio. No primeiro deles, ocorrido em 1976, o time cruzeirense conquistou pela primeira vez a Libertadores, antes de voltar a faturá-la em 1997. Naquela ocasião, a equipe mineira triunfou após três partidas – goleou por 4 a 1 na abertura da final, no Mineirão, e depois foi superado por 2 a 1 na capital argentina. No jogo extra, o time celeste ficou com a taça com um triunfo por 3 a 2 em Santiago, no Chile.

Tabela completa da Copa Libertadores 2019

Trinta e nove anos mais tarde, porém, o River deu o troco. Pelas quartas de final de 2015, o Cruzeiro parecia ter encaminhado o seu avanço às semifinais com uma vitória por 1 a 0 no duelo de ida, na capital argentina, mas foi surpreendido com uma inesperada derrota por 3 a 0 no Mineirão. A façanha em Belo Horizonte serviu para embalar o River rumo ao título da Libertadores daquele ano, então o terceiro de sua história, antes de voltar a garantir a taça continental em 2018 – foi campeão do torneio também em 1986 e 1996.

O Cruzeiro chega para este reencontro tradicional em momento instável, pois ocupa a 16ª posição no Brasileirão, mas vem de vitória sobre o Atlético-MG nas quartas de final da Copa do Brasil. “Chegamos muito bem depois da classificação na Copa do Brasil sobre o nosso rival e acredito que isso dá um ânimo a mais para fazer um grande jogo contra o River”, afirmou o atacante Pedro Rocha, em entrevista coletiva antes do treino desta segunda-feira 22, realizado no CT do Boca Juniors.

O meia Thiago Neves, recuperado de dores na panturrilha direita que o deixaram de fora das duas últimas partidas, treinou pelo segundo dia seguido e mostrou que tem chance de ser escalado pelo técnico Mano Menezes. Pelo lado do River, o técnico Marcelo Gallardo deverá promover três novidades em relação à formação levada a campo diante do Gimnasia y Esgrima no último jogo da equipe, que precisou de uma disputa por pênaltis para avançar às oitavas de final da Copa Argentina.

O goleiro Franco Armani e o atacante Matías Suárez, que retornaram ao clube depois de defender a seleção nacional na Copa América, voltam nos lugares que ocupados por Germán Lux e Rafael Borré. Já o meia uruguaio Nicolás De la Cruz será o substituto do lesionado Leonardo Ponzio. Já o atacante Lucas Pratto, que acaba de se recuperar de uma lesão e ganhou liberação médica para voltar a treinar na última quinta-feira, deverá ficar como opção para o decorrer da partida.

Cruzeiro e River ainda se encontraram por outras três vezes em mata-matas continentais. E em todas as ocasiões a equipe mineira levou vantagem, sendo que obteve seis vitórias em seis jogos destes embates. Primeiro na decisão do título da Supercopa de 1991 e depois na edições de 1998 e 1999 da Copa Mercosul.

Prováveis escalações:

River Plate: Armani; Gonzalo Montiel, Lucas Martínez, Javier Pínola, Fabrizio Angileri, Ignacio Fernández, Enzo Pérez, Nicolás De la Cruz, Exequiel Palacios, Julián Álvarez, Matías Suárez. Técnico: Marcelo Gallardo

Cruzeiro: Fábio; Orejuela, Léo, Dedé, Egídio; Lucas Romero, Henrique, Robinho, Thiago Neves, Marquinhos Gabriel e Pedro Rocha. Técnico: Mano Menezes