Clique e assine a partir de 8,90/mês

Com Thiago Santos, Palmeiras já tem aproveitamento superior ao time com Gabriel

Volante parece ter arrumado o meio de campo palmeirense, que sofria com ausência do volante ex-Botafogo

Por Lucas Mello - Atualizado em 20 fev 2017, 10h57 - Publicado em 22 set 2015, 14h35

O Palmeiras voltou a crescer no Campeonato Brasileiro. Atualmente na quarta colocação, o Verdão vem de três vitórias seguidas com um time mais seguro em campo. Um dos responsáveis por essa melhora é pouco vista pelo torcedor em geral. O carregador de pianos Thiago Santos voltou a dar segurança ao time, que havia perdido ela sem Gabriel.

Thiago já realizou seis partidas com Verdão no Campeonato Brasileiro. Com ele, o Verdão venceu quatro e perdeu duas partidas no torneio, com um aproveitamento de 66,6 % dos pontos. Gabriel jogou bem mais (foram 16 partidas), mas tem um aproveitamento inferior, com 58,3% de aproveitamento.

Com Gabriel, foram oito vitórias, quatro empates e quatro derrotas. Gabriel marcou um gol e recebeu apenas dois amarelos. Nos 16 jogos com ele, o Verdão sofreu apenas 12 gols. Nesse ponto, a marca é superior à de Thiago.

Com Thiago Santos, o Verdão sofreu sete gols em seis partidas. Thiago também recebeu dois amarelos nos seis jogos pelo Brasileiro.

No América-MG, Thiago também elevava a média de pontos do clube. Foram 16 partidas pela equipe na série B, com a mesma campanha de Gabriel, com oito vitórias, quatro empates e quatro derrotas, com três gols marcados e cinco cartões amarelos recebidos.  Quando deixou o América, no final do primeiro turno, o clube era o terceiro colocado. Neste momento do Campeonato, o clube é apenas o sétimo, com 51,9% de aproveitamento.

Nas seis partidas pelo Verdão, na Bola de Prata, o volante recebeu média de 5,83, uma boa média no prêmio. Gabriel, em seus 16 jogos, teve média de 5,88 até sua lesão.

Por ter defendido o América-MG na Copa do Brasil, o jogador não estará disponível para defender o Verdão nesses jogos.

Continua após a publicidade
Publicidade