Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Com risco de morte súbita, camaronês ex-Santos é cortado da Copa Africana

Médicos detectaram anomalia cardíaca no atacante Joel, que também já atuou por Cruzeiro, Londrina, Avaí, Coritiba e Botafogo

Um dia antes de sua estreia na Copa Africana de Nações, a seleção de Camarões sofreu uma baixa preocupante. A Federação Camaronesa de Futebol anunciou nesta segunda-feira que o atacante Joel, com passagem por clubes brasileiros, como Botafogo, Cruzeiro, Coritiba, Londrina, Avaí e Santos, está com problemas cardíacos que poderiam provocar uma morte súbita se ele entrasse em campo. Assim, o jogador foi cortado.

Joel ainda pertence ao Cruzeiro, time que defendeu em 2015 e o vem emprestando seguidamente – na temporada 2018/2019, o centroavante defendeu o português Marítimo, tendo marcado dez gols em 34 jogos disputados.

“Joel Tagueu, selecionado entre os 23 jogadores para a Copa Africana não poderá participar da competição. A notícia da partida de Joel Tagueu foi recebida com tristeza na concentração. A equipe e os jogadores não conseguiram conter as lágrimas”, anunciou a federação camaronesa, explicando que o médico da seleção descobriu o problema.

“O médico da equipe, William Ngatchoy, acaba de detectar uma anomalia no implante de uma artéria coronária. A suspeita foi levantada no Catar e confirmada no Egito, com o risco de morte súbita no campo”, acrescentou a entidade em comunicado divulgado em seu perfil no Twitter.

O Santos, time que Joel defendeu em 2016, manifestou sua solidariedade ao jogador camaronês. “Força, Joel! Enviamos nossos melhores desejos de recuperação nesse momento tão delicado. Estamos com você!”, publicou em seu perfil no Twitter.

Sem Joel a seleção de Camarões, atual campeã continental, estreia nesta terça-feira na Copa Africana de Nações, contra Guiné-Bissau.

(Com Estadão Conteúdo)