Clique e assine a partir de 9,90/mês

Com o fim da quarentena na Europa, como fica o calendário do futebol

A bola que já rola na Alemanha têm data para retornar em outros países do continente; e como isso impacta a volta na América do Sul

Por Danilo Monteiro - Atualizado em 29 May 2020, 10h18 - Publicado em 29 May 2020, 09h35

Com curvas de contaminação por coronavírus em queda e flexibilização das normas de isolamento social em diversos países da Europa, o futebol começa, aos poucos, a ser retomado no velho continente, após três meses de paralisação, cumprindo com rígidos protocolos de saúde e segurança. A primeira grande liga a voltar foi o Campeonato Alemão, em 16 de maio. Nesta quinta-feira, 28, Itália e Inglaterra anunciaram datas para a bola volta a rolar. A liga da Rússia também já definiu seu retorno e ainda anunciou uma medida preocupante: apesar de se tratar do terceiro país com mais casos de Covid-19 (atrás apenas de Estados Unidos e Brasil) será a única a permitir a entrada de torcedores, em número limitado, nos estádios. PLACAR elencou, abaixo, como está o calendário e situação das principais competições de futebol do mundo.

Itália
Vincenzo Spadafora, ministro do esporte da Itália, anunciou nesta quinta-feira 28 as datas de retorno do futebol no país. Depois de mais de três meses, a Copa da Itália será a primeira a ser retomada, com Juventus x Milan e Napoli x Inter de Milão disputando a semifinal no dia 13 de junho. A decisão está marcada para o dia 17. Três dias depois, em 20 de junho, os jogos da 27ª rodada do Campeonato Italiano retornarão. Spadafora revelou que a previsão de encerramento é para o dia 31 de agosto e garantiu que a direção da liga tem planos alternativos para realizar a competição, caso o país tenha um novo surto de coronavírus. 

Inglaterra
A Premier League confirmou nesta quinta-feira 28 a retomada do campeonato para o dia 17 de junho, quando devem ocorrer os jogos entre Aston Villa e Sheffield United, e Manchester City e Arsenal – únicas partidas atrasadas da competição. A partir do dia 20 de junho, a 30ª rodada será iniciada. A data para o campeonato ser encerrado ainda não foi estabelecida, mas está prevista para a primeira semana de agosto.

Alemanha
O país foi o primeiro país a retomar o futebol na Europa, no dia 16 de maio, pouco mais de dois meses após a paralisação do campeonato. Até o momento, três rodadas já foram disputadas e nenhum problema com relação ao coronavírus foi detectado. A última rodada campeonato, caso não haja problemas, está marcada para o dia 27 de junho.

França
O país governado por Emmanuel Macron foi um dos mais cautelosos com relação à volta dos diferentes setores da economia. A Liga Profissional de Futebol (LFP, na sigla em francês) nada pôde fazer quando o primeiro-ministro Edouard Philippe, no dia 28 de abril, determinou que o futebol profissional só poderá ser retomado antes de 1º de setembro. Os clubes entraram em acordo e nomearam o Paris Saint-Germain, líder isolado até a paralisação, campeão da atual temporada. Olympique de Marselha e Rennes, terceiro e quarto colocados respectivamente, ficaram com as vagas para a Liga dos Campeões. Na França, muitos clubes e torcedores consideram que o encerramento do campeonato se deu de forma precipitada. No mesmo dia em que ligas vizinhas anunciavam seu retorno, o governo francês anunciou a entrada na fase dois das normas de isolamento, liberando o acesso a bares, museus e praias a partir de 2 de junho.

Espanha
Clubes e direção de La Liga ainda aguardam sinalização positiva das autoridades sanitárias do governo para retomar a competição. As equipes voltaram aos treinos coletivos no dia 18 de maio e devem ter tempo suficiente para estarem preparadas para o retorno do futebol. O presidente da entidade que organiza o campeonato, Javier Tebas, revelou a jornais locais que a retomada deve ser marcada para o dia 11 de junho.

Portugal
Pouco tempo depois da Alemanha, a Liga Portuguesa de Futebol anunciou no dia 12 de maio a volta do campeonato nacional para o dia 4 de junho. A data, no entanto, foi antecipada para o dia 3 de junho e, segundo o novo calendário, somente em quatro datas não haverá pelo menos um jogo: 8, 14, 20 e 27 de junho. A liga será retomada na 25ª rodada e o objetivo é terminar o campeonato até o dia 26 de julho.

Rússia

No início do mês, a associação do país anunciou que a Premier League russa seria reiniciada em 21 de junho, com portões fechados. Nesta quinta, 28, porém, dirigentes revelaram o compromisso de liberar 10% da capacidade dos estádios. Os torcedores devem permanecer de máscara e manter distância uns dos outros. Quatro jogadores do Lokomotiv Moscou, vice-líder do campeonato, testaram positivo para Covid-19 nesta semana.

Liga dos Campeões

Continua após a publicidade

A Uefa garante que o principal torneio de clubes do continente será encerrado, cuja final estava prevista para 30 de maio, em Istambul, será encerrada, mas não dá pistas sobre como nem quando. O torneio foi paralisado há dois meses, com PSG, Atlético de Madri, RB Leipzig e Atalanta classificados às quartas de final e quatro confrontos das oitavas indefinidos: Barcelona x Napoli; Juventus x Lyon; Manchester City x Real Madrid e Bayern de Munique x Chelsea. Existe a possibilidade de as próximas fases serem realizadas em jogo único e sede neutra. O presidente do Lyon Jean-Michel Aulas chegou a afirmar que seu time entraria em campo em 7 de agosto, em Turim, com portões fechados, mas depois o próprio clube francês desmentiu a notícia. A expectativa, porém, é que a Champions comece e termine em agosto, com uma maratona de jogos.

E na América do Sul? – O Brasil tem a situação mais delicada para retomar o futebol. Com calendário completamente diferente do europeu, os clubes brasileiros pararam suas atividades ainda durante os Estaduais. Santa Catarina, Rio Grande do Sul e principalmente Rio de Janeiro tentam retomar seus Estaduais, mas o Brasil ainda não ultrapassou o pico de contaminação e mortes por coronavírus. Vários protocolos de saúde e segurança já foram feitos por clubes e federações, mas a situação do país ainda não permite o retorno. O Brasileirão, por sua extensão e complexidade também está longe de ter uma data de volta estipulada.

Já a Argentina é um dos países sul-americanos que melhor controla o surto de coronavírus. A imprensa local, porém, noticia que protocolos visando o retorno do futebol sequer foram finalizados, apesar de o governo autorizar a volta aos treinos a partir do dia 25 de maio. Segundo dirigentes de clubes, em entrevista ao jornal La Nación, os jogadores ainda não querem voltar ao futebol e a prioridade do país é a saúde.

Publicidade