Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Com contratações milionárias e ainda sem Neymar: começa a liga espanhola

Barcelona, Real Madrid e Atletico de Madrid investiram pesado na janela para brigar pelo título do campeonato nacional

A nova temporada do Campeonato Espanhol começa nesta sexta-feira, 16, com o atual campeão em campo. O Barcelona visita o Athletic Bilbao no estádio San Mamés na partida inaugural da competição, às 16h (horário de Brasília). Machucado, o craque argentino não disputará o primeiro jogo, mas segue como a grande referência da equipe .

Com novas caras e recheado de craques, os clubes espanhóis vêm forte na busca dos títulos nacionais e da Liga dos Campeões. A La Liga será transmitida pela ESPN e pelo Fox Premium. O belga Eden Hazard é a principal novidade do torneio. O ex-jogador do Chelsea é a aposta do Real Madrid para voltar ao protagonismo no país e deixar para trás o péssimo desempenho da temporada passada – os merengues ficaram apenas na terceira colocação atrás dos rivais Barcelona e Atletico de Madrid.

A equipe comandada pelo argentino de Diego Simeone, vice-campeã da última La Liga, perdeu Antoine Griezmann para o Barcelona, mas contratou o português João Félix junto ao Benfica por 126 milhões de euros. O técnico argentino do Atletico quer continuar a ser um concorrente forte na Espanha – e a goleada por 7 a 3 no Real Madrid na pré-temporada mostrou que isso é possível.

Confira os destaques da temporada 2019/2020 da La Liga:

O favorito: Barcelona

Antoine Griezmann já atuou com a nova camisa do Barcelona

Antoine Griezmann em ação pelo Barcelona (Hiroki Watanabe/Getty Images)

Mesmo se não conseguir contratar Neymar, o clube catalão tem qualidade mais do que suficiente para ficar com a taça novamente. Além dos craques Lionel Messi e Luís Suárez, o Barcelona agora conta com mais dois craques. Investiu 120 milhões de euros em Antoine Griezmann, que veio do Atletico de Madrid, e pagou outros 75 milhões de euros ao Ajax por Frenkie de Jong, numa negociação que já estava fechada no começo do ano. Com o atacante francês campeão do mundo em 2018 e o meio-campista holandês eleito pela Fifa como um dos 10 melhores jogadores do mundo de 2019, os rivais vão precisar jogar muita bola para conseguir entrar na disputa.

O desafiante: Real Madrid

Eden Hazard, durante pré-temporada do Real Madrid

Eden Hazard, durante pré-temporada do Real Madrid (TF-Images/Getty Images)

A inconstância foi a marca registrada do Real Madrid na última temporada. Depois de ser eliminado sofrendo uma goleada em casa para o Ajax na Liga dos Campeões, o técnico Santiago Solari foi demitido. Zinedine Zidane, tricampeão europeu como treinador do clube, voltou e bancou uma reformulação no elenco. Chegaram os brasileiros Eder Militão e Rodrygo, o francês Ferland Mendy, o atacante sérvio Luka Jovic e o astro belga Eden Hazard, contratado junto ao Chelsea por 100 milhões de euros. Zidane quer mais. Enquanto o clube negocia com Neymar, ele se irritou com a diretoria e pediu para que os esforços fossem voltados a seu compatriota Paul Pogba. Investimentos altos dos Galácticos para voltar aos dias de glória.

O azarão: Atletico de Madri

João Félix com a bola no amistoso do Atletico de Madri contra o rival Real Madrid. O atacante português é uma das novidades do time de Diego Simeone (Brad Penner-USA TODAY Sports/Reuters)

Diego Simeone resolveu abrir os cofres para voltar a disputar o título do Campeonato Espanhol. O time perdeu Griezmann, sua maior referência, para um concorrente direto e não hesitou a pagar 126 milhões de euros ao Benfica pela jovem promessa João Félix. Foi a quarta maior transferência da história. O atacante português começou com tudo na pré-temporada e impressionou com boas atuações e gols. Resta saber se conseguirá ter o mesmo protagonismo de Griezmann e colocar o Atletico na briga pela taça de LaLiga.

A surpresa: Valencia

O goleiro holandês Jasper Cillessen trocou o Barcelona pelo Valencia na atual janela de transferências (Get Ready Images/MB Media/Getty Images)

Quarto colocado na temporada passada, o time conseguiu uma vaga na Liga dos campeões deste ano. Sem o mesmo poder de compra do trio acima, fez poucos investimentos. Mesmo assim garantiu a contratação do goleiro holandês Jasper Cillessen por 35 milhões de euros e só gastou 14,5 milhões de euros na revelação uruguaia Maxi Gómez, de 22 anos – constante comparado a Luis Suárez. Ficou apenas três pontos atrás do inconstante Real Madrid na última LaLiga, mas a briga pelo título ainda é um sonho distante.

Rivalidade até na disputa por Neymar

Neymar e Modric em duelo pela Champions League. O destino de Neymar será jogar ao lado do croata no Real Madrid? (Manuel Queimadelos Alonso/Getty Images)

‘El Clásico’ segue em disputa fora dos gramados. Barcelona e Real Madrid tentam convencer o Paris Saint-Germain a negociar Neymar. As tratativas movimentam o noticiário europeu quase de hora em hora, e os dois clubes já mandaram representantes para a França em busca de um acordo. A novela, que já dura algumas semanas, ainda não parece próxima de um desfecho. O PSG não aceitou nenhuma das propostas feitas pela dupla.