Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Clube da 2ª divisão inglesa demonstra interesse em Usain Bolt

Burton Albion oferece à lenda do atletismo a chance de estrear no futebol. "No mínimo, seria um jogador veloz", diz presidente do clube

Por Da redação 16 ago 2017, 12h59

Recém-aposentado, a lenda do atletismo Usain Bolt já disse diversas vezes, inclusive em sua entrevista de despedida no Mundial de Londres, que cogita seguir carreira como jogador de futebol. E já recebeu a primeira proposta: o modesto Burton Albion, que disputa a segunda divisão do Campeonato Inglês, ofereceu um teste ao ex-velocista jamaicano.

Em entrevista ao jornal britânico The Sun, o presidente do clube, Ben Robinson, disse nesta terça-feira que não descartaria contratar o ganhador de oito medalhas de ouro olímpicas. “Tenho certeza de que poderíamos oferecer um teste e que o técnico (Nigel Clough) gostaria disso. No mínimo, seria um jogador veloz”.

 

  • “Tenho certeza que o técnico o ofereceria um teste. Se mostrar o mesmo entusiasmo e dedicação pelo futebol, quem sabe até onde pode chegar? A qualidade na Championship (2ª divisão do Inglês) é elevada e ele, como é normal, necessitaria uma qualidade mínima para entrar na equipe”, ressaltou o presidente do Burton Albion, que ocupa a lanterna do campeonato, com três derrotas em três jogos disputados.

    O treinador Clough, no entanto, foi mais realista. “Não sabia que ele (o presidente) escolhia os jogadores. Agora terá que descer ao vestiário e passar dez minutos na área técnica para ver como é”, declarou Clough em tom de piada à Sky Sports. “Mas, seria um teste ou uma contratação? Não sei. O que está claro é que nos daria muita velocidade. Contanto que Bolt não peça muito dinheiro, me parece tudo bem”, acrescentou o técnico, aos risos.

    Bolt, de 30 anos, ganhou a medalha de bronze na última prova de 100 metros rasos da carreira, no Mundial de Londres, antes de sofrer uma lesão no revezamento 4×100 metros que o obrigou a abandonar a prova. O jamaicano sempre falou abertamente sobre a paixão pelo futebol e já deixou aberta a possibilidade de treinar com o Borussia Dortmund ou com o Manchester United, clube do qual é torcedor fanático.

    (com EFE)

    Continua após a publicidade
    Publicidade