Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Champions: Guardiola tem sua maior chance no comando do City

Eliminado nas quartas de final das últimas duas temporadas, o técnico tenta chegar à semifinal e igualar a melhor campanha do clube na competição

Por Danilo Monteiro Atualizado em 17 ago 2020, 13h48 - Publicado em 15 ago 2020, 08h00

O Manchester City encara o Lyon neste sábado, 15, a partir das 16h (horário de Brasília), no estádio José Alvalade, em Lisboa, pelas quartas de final da Liga dos Campeões. O confronto será um marco para as duas equipes, mas principalmente para Pep Guardiola. Em sua quarta temporada pelo City e com moral após eliminar o Real Madrid nas oitavas, o espanhol de 49 anos tem a maior oportunidade de chegar pela primeira vez com o clube na semifinal. O jogo será transmitido pelo canal a cabo TNT, no Facebook do Esporte Interativo e no aplicativo EI Plus.

Guardiola conquistou 30 troféus em suas passagens por Barcelona, Bayern de Munique e Manchester City, incluindo duas taças da Champions – ambas pelo clube catalão. O treinador, porém, não vence o torneio continental desde 2011, um ano antes de deixar a Espanha para tentar conquistar a competição por clubes de outros países, missão que ainda não conseguiu cumprir.

Na Alemanha, Guardiola assumiu o Bayern quando o time era o atual campeão da competição, em 2013, mas parou nas semifinais nas três temporadas em que esteve na Alemanha. Pep, então, foi para Manchester e teve ainda mais dificuldades na Champions, que nunca foi um território tão agradável para o clube ao longo de sua história. Guardiola assumiu o City depois de Manuel Pellegrini levar o clube à melhor campanha na Champions, a semifinal de 2016. O espanhol, no entanto, chegou no máximo às quartas de final com a equipe, caindo para Liverpool e Tottenham em 2018 e 2019.

  • O Lyon será o time menos tradicional que o Manchester City já enfrentou na fase de quartas de final. A equipe inglesa entra em campo como franca favorita, tanto pela enorme diferença de poder aquisitivo entre os clubes, quanto pela diferença técnica. Guardiola tem neste sábado sua melhor chance de uma campanha de sucesso na competição, mas, caso avance, terá um jogo complicado contra o Bayern, seu ex-clube, na semifinal, que bateu o Barcelona nesta sexta-feira com uma impiedosa goleada por 8 a 2.

    “É uma competição diferente. Tudo pode acontecer. Mas estamos preparados para fazer nosso melhor e avançar. A pressão sempre existe. Vimos como os outros jogos foram apertados e hoje não será diferente. Vamos tentar evitar erros para que eles não nos punam”, declarou Guardiola na coletiva de imprensa antes da partida – horas antes do atropelo do Bayern de Munique sobre o Barcelona.

    O Lyon, por outro lado, aproveita a surpreendente campanha na Liga dos Campões, depois de eliminar a Juventus nas oitavas de final. O clube é um dos mais tradicionais da França, mas não chega a fases decisivas da Champions desde 2010, quando caiu para o Bayern na semifinal, com placar agregado de 3 a 0. Sob direção de Juninho Pernambucano e com o meio-campista brasileiro Bruno Guimarães entre os titulares, a equipe tenta surpreender o City e igualar sua melhor campanha na competição.

    “Sabemos que é o jogo mais importante da temporada. Será uma partida difícil, contra uma equipe forte, que joga com posse de bola. Precisamos ser eficientes. Também somos uma equipe forte e podemos jogar com ou sem a posse de bola”, disse Bruno Guimarães. O Campeonato Francês foi finalizado sem ter os últimos jogos por causa da pandemia do novo coronavírus e a equipe, que começou a competição muito mal, ficou de fora das vagas para torneios europeus da próxima temporada. O clube precisa do título garantir uma vaga na próxima Liga dos Campeões.

    Assine DAZN | 30 dias grátis para curtir os maiores craques do futebol mundial ao vivo e quando quiser!

    Continua após a publicidade
    Publicidade