Clique e assine a partir de 8,90/mês

Cech é outro a anunciar aposentadoria de sua seleção

Goleiro defendeu o time tcheco pela última vez nesta Eurocopa de 2016

Por Redação PLACAR - Atualizado em 20 fev 2017, 10h57 - Publicado em 8 jul 2016, 12h57

Depois de Lionel Messi, na Argentina, e Zlatan Ibrahimovic, na Suécia, foi a vez do goleiro Petr Cech também se aposentar de sua seleção, a da República Tcheca.

Aos 34 anos, o goleiro anunciou sua decisão nesta sexta-feira (8), após a disputa da Eurocopa, em que os tchecos caíram na primeira fase.

Em 14 anos jogando pela seleção de seu país, Cech tornou-se recordista no número de partidas disputadas: 121. Mas, com a idade avançada, não se sente mais à vontade e defender seu país.

“Eu tenho jogado pela seleção por 14 anos. Sempre nos classificamos para os grandes torneios. Eu tenho tido tantos jogos de clubes para jogar, ano a ano, e eu acredito que chegou o ponto em que, se eu quiser fazer as coisas a 100% todos os dias, como sempre fiz, eu provavelmente precisarei de mais tempo para descanso e recuperação”, avisou o goleiro de 34 anos.

“É puramente uma decisão baseada no futebol. Se eu quero prolongar minha carreira e jogar no mais alto nível pelo máximo de tempo que eu puder, eu preciso encontrar o equilíbrio para continuar a fazer isso”, disse o jogador, que disputou uma Copa (2006) e três Eurocopas (2004, 2008, 2012 e 2016).

“Quando eu era criança, meu grande sonho era jogar pela seleção ao menos uma vez. Ter jogado tantas vezes me deixa realmente orgulhoso”, encerrou o goleiro.

Continua após a publicidade
Publicidade