Clique e assine a partir de 9,90/mês

CBF responsabiliza Panini por Bruno Henrique no álbum da Copa América

Jogador do Palmeiras ganhou figurinha apesar de jamais ter sido convocado por Tite. Procurada, editora não explicou seus critérios

Por Luiz Felipe Castro, Lucas Mello - Atualizado em 26 mar 2019, 16h59 - Publicado em 26 mar 2019, 16h55

O álbum de figurinhas da Copa América de 2019 chegou às bancas do país no último fim de semana, com uma surpresa: a presença de um jogador que jamais foi convocado por Tite entre os integrantes da seleção brasileira. Trata-se do meio-campista Bruno Henrique, do Palmeiras. Procurada, a CBF negou qualquer “pista” de que o atleta será chamado e disse que a escolha dos protagonistas das figurinhas é feita exclusivamente pela editora do álbum, a Panini.

“A escolha dos atletas é da Panini. A conversa com a CBF é apenas para uso da marca: escudo, camisa”, informou a confederação nesta terça-feira, 26. A editora italiana foi questionada pela reportagem sobre seus critérios, mas não se pronunciou até o momento.

Bruno Henrique foi um dos destaques do título brasileiro do Palmeiras em 2018 e chegou a ser elogiado por Tite em entrevistas, mas nunca recebeu uma chance nas convocações.

Tabela completa da Copa América 2019

O álbum conta ainda com outro “estreante”, o atacante Vinícius Junior, que jamais jogou pela equipe adulta da seleção. O jovem do Real Madrid, no entanto, chegou a ser convocado por Tite para os amistosos contra Panamá e República Checa, mas acabou cortado por lesão. Outro atleta do álbum cuja presença na Copa América é pouco provável é a do volante Paulinho, do Guangzhou Evergrande, ignorado na última convocação.

Na lista da Panini, o time do Brasil, que buscará o título em casa, é formado por: Alisson (goleiro), Danilo, Miranda, Marquinhos, Filipe Luís e Marcelo (defensores),  Bruno Henrique, Casemiro, Arthur, Paulinho, Fred e Lucas Paquetá (meias) e Philippe Coutinho, Willian, Vinícius Jr, Richarlison, Douglas Costa, Roberto Firmino, Neymar e Gabriel Jesus (atacantes).

O álbum custa 8,90 reais e cada pacotinho sai por 2,50 reais. O torneio começa em 14 de junho, com Brasil x Bolívia, no Morumbi. Venezuela e Peru completam o grupo A.

Continua após a publicidade
Publicidade