Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

CBF abre edital de concorrência para usar VAR na Copa do Brasil

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) divulgou as especificidades para utilização do árbitro de vídeo

CBF publicou, nesta quarta-feira, em nota oficial, os detalhes para utilização do árbitro de vídeo na Copa do Brasil. A entidade anunciou a abertura do edital de concorrência para a contratação da empresa que irá operar o VAR (árbitro de vídeo) a partir das quartas de final da competição nacional.

Os critérios para a escolha da empresa já foram definidos pela CBF, entre eles, menor valor a ser pago, experiência e capacidade técnica e de recursos humanos das empresas em lidar com projetos audiovisuais, capacidade de investimento nos equipamentos e estrutura necessárias. As empresas que manifestem interesse e viabilidade técnica para desempenhar e operar o novo artifício terão até o dia 5 de março para apresentarem suas propostas junto a CBF.

“Estamos satisfeitos porque 16 empresas já manifestaram interesse em participar da concorrência. Iniciaremos agora o processo de avaliação, a fim de fazermos os testes necessários para que o projeto seja implantado com excelência, já que a CBF foi pioneira na apresentação do árbitro de vídeo”, disse o diretor executivo de Gestão da CBF, Rogério Caboclo.

A empresa contratada será responsável por disponibilizar equipamentos e serviços técnicos especializados necessários à completa adoção do VAR, inclusive os procedimentos para revisão de imagens. Prestes a ser implementado na Copa do Brasil, o VAR (árbitro de vídeo) atua na revisão de quatro situações: gol/não gol; pênalti/não pênalti; cartão vermelho direto indevido e identificação errada do jogador punido.